O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Tweetbot 6 é lançado e muda para modelo de assinatura

O Tweetbot é, sem dúvida, um dos clientes de Twitter mais famosos para iPhones, iPads e Macs. Pois hoje a Tapbots lançou a sexta versão dele (para iOS/iPadOS), com mudanças importantes.

Publicidade

Uma delas é o modelo de negócio: sai a compra única (de R$27,90) e entra a assinatura (R$3,90/mês ou R$24,90/ano). Eu particularmente prefiro o modelo de compra única, mas aí vai mesmo de cada um; a boa notícia é que, pensando num calendário de lançamento anual, o valor basicamente não muda para o usuário.

Tweetbot 6

Outra mudança importante é que, agora, o app usa a nova API1 do Twitter, a qual volta a oferecer recursos importantes que haviam sido cortados de clientes de terceiros como threads, enquetes e resultados, visualizar URLs como cartões (cards, com imagens), tweets fixados em perfis, filtro de spam e acesso ao stream em tempo real da linha do tempo.

Para apenas visualizar tweets, você não precisa assinar o app; mas se você quiser tweetar, cadastrar duas ou mais contas, filtrar tweets, receber notificações e outras coisas, deverá sim fazer a assinatura.


Ícone do app Tweetbot 6 for Twitter
Tweetbot 6 for Twitter de Tapbots
Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 6.6.3 (25.5 MB)
Requer o iOS 14.2 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR
Screenshot do app Tweetbot 6 for TwitterScreenshot do app Tweetbot 6 for TwitterScreenshot do app Tweetbot 6 for TwitterScreenshot do app Tweetbot 6 for TwitterScreenshot do app Tweetbot 6 for TwitterScreenshot do app Tweetbot 6 for TwitterScreenshot do app Tweetbot 6 for TwitterScreenshot do app Tweetbot 6 for TwitterScreenshot do app Tweetbot 6 for Twitter

Falando das mudanças em si, temos agora novos botões dedicados @ e #) para compor um tweet, três ícones para você escolher o que mais lhe agrada, nove diferentes temas (quatro claros e cinco escuros), mais integração com o Modo Escuro do iOS/iPadOS e adição do Chrome e do Firefox para abertura de links.

Vale ressaltar que, por conta da utilização da API oficial do Twitter, não existem mais aquelas integrações com serviços para encurtar URLs e fazer uploads de imagens/vídeos. Obviamente, a ideia aqui também é que ele vá implementando todo e qualquer recurso que o Twitter incluir na API a partir de agora.

Trata-se de um aplicativo para iOS/iPadOS, e não de um universal (compatível também com macOS). Então, teremos de aguardar para conhecer a futura versão do cliente para Mac.

E aí, o que acharam?

via MacStories

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Plex Arcade

Plex lança serviço de assinatura de jogos com clássicos retrô

Próximo Artigo
Mulher com iPhone 11 Pro Max, iPad Pro e MacBook Pro

Patente da Apple cobre iPhones, iPads e Macs de titânio

Posts Relacionados