O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Novas TVs 8K da LG

Diferenças entre telas LCD, LED, Mini-LED, Micro-LED e OLED

De tempos em tempos, novas tecnologias de telas surgem para trazer benefícios aos usuários e equipar smartphones, tablets e computadores.

Publicidade

LCD, LED, OLED, Mini-LED, Micro-LED… com tantas nomenclaturas diferentes, fica difícil saber quais realmente são as diferenças entre elas. Por isso, resolvemos listar por aqui as principais características de cada uma dessas tecnologias e seus principais benefícios.

LCD

As telas LCD (liquid crystal display, ou tela de cristal líquido) contam com duas camadas. Uma delas é a de cristais líquidos propriamente dita e a outra é de luzes que ficam sempre acesas, chamada de backlight.

A imagem é formada no painel sempre que um dos pixels presentes recebe um impulso elétrico, o que faz com que sua estrutura seja alterada.

  • Vantagens: boa reprodução de cores e alto brilho.
  • Desvantagens: por ter uma camada de luz sempre acesa, as telas podem consumir muita energia se compararmos com as concorrentes.

LED

Abreviação de light emitting diode (ou diodo emissor de luz), as telas LED têm a mesma premissa básica das de cristal líquido. A grande diferença, aqui, é que em vez de usar uma camada de luzes normais, são usadas lâmpadas LED.

Dentro de cada pixel, então, há três LEDs com cores diferentes: vermelho, verde e azul (red, green e blue, ou RGB). Esses LEDs normalmente ficam localizados na parte de baixo do visor.

  • Vantagens: consome menos energia e oferece cores mais vivas.
  • Desvantagens: o constraste não é tão bom se compararmos com o OLED.

Mini-LED

Outra derivação das telas LEDs, os painéis Mini-LED devem equipar as novas gerações de iPads e Macs, segundo os rumores mais recentes. Esses painéis podem oferecer, dentre outras coisas, um bom contraste.

Como o próprio nome já diz, as telas Mini-LED possuem LEDs menores em relação às outras tecnologias, o que permite uma melhor qualidade de imagem e menos “vazamento” de cores na hora da formação das imagens.

  • Vantagens: mais brilho que as telas OLED, maior taxa de constraste, alto alcance dinâmico e um melhor consumo de energia.
  • Desvantagens: custo alto.

Micro-LED

As primeiras telas Micro-LED foram apresentadas originalmente em 2018, em alguns modelos de TVs da Samsung. A grande sacada dessa tecnologia, uma derivação das LEDs tradicionais, é que os LEDs são bem menores, fazendo com que ela possuam alguns dos benefícios das telas OLED (mais sobre elas abaixo).

Um dos principais benefícios é que essa tela, que tem uma base de materiais inorgânicos, conta com pixels que se auto-iluminam e não precisam de uma camada de luzes própria. Isso se traduz em uma qualidade de imagem melhor e com os pretos “mais pretos”.

  • Vantagens: vida útil mais longa, maior contraste e com mais brilho se comparado ao OLED.
  • Desvantagens: por ser uma tecnologia nova, ainda pode ser bem cara.

OLED

Assim como as telas LED foram uma evolução das LCD, o mesmo pode ser dito da OLED (abreviação de organic light-emitting diode, ou diodo orgânico emissor de luz) em relação à LED.

Com esse tipo de tela, não é mais necessário uma camada de luz para que as imagens sejam emitidas. Nesse caso, cada pixel é formado de maneira individual e independente, permitindo que eles sejam acesos a cada impulso elétrico recebido.

A grande vantagem dessa tecnologia é que os pretos são “pretos verdadeiros”, ou seja, quando é necessário reproduzir essa cor, os pixels simplesmente se apagam — o que também ajuda a economizar energia.

Publicidade

As telas OLED vêm ganhando cada vez mais espaço em smartphones. No caso dos aparelhos da Apple, ela está presente nos iPhones X, XS, XS Max, 11 Pro, 11 Pro Max e toda a linha de iPhones 12, lançada recentemente, bem como em todos os Apple Watches.

  • Vantagens: pretos “mais pretos” em relação ao LED, imagens mais vívidas e painéis mais finos.
  • Desvantagens: balanço de cor e pode apresentar pixels queimados com o tempo (o chamado efeito burn-in).

Agora que você já conhece um pouco mais sobre essas tecnologias, conte para a gente: qual delas você mais usa por aí em seus eletrônicos?

via Olhar Digital, Canaltech, Gizmodo, Olhar Digital

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Câmera/flash do iPhone 7

Como fazer o flash do iPhone acender ao receber notificações

Próximo Artigo
iPhone 12 e 12 Pro

Alerta sobre iPhones 12 com câmeras falsas não impede uso

Posts Relacionados