O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Bateria no iPhone
Karlis Dambrans / Shutterstock.com

Eis algumas boas alternativas de carregadores para iPhones

O que era rumor meses antes do lançamento dos iPhones 12 acabou se concretizando em outubro do ano passado: a remoção do carregador da caixa dos smartphones (não só dos modelos novos, mas de todos).

Publicidade

Essa atitude, segundo a Apple, foi tomada “em prol do meio ambiente” — a fim de evitar um acúmulo de lixo eletrônico, de gerar menos impacto (carbono) na hora de transportar os aparelhos e pelo fato de muitos consumidores já possuírem um carregador em casa.

Verdade? Estratégia para economizar e aumentar sua margem de lucro? Não importa muito. O fato é que a indústria vem seguindo os passos da Maçã, e fabricantes como Xiaomi e Samsung acabaram removendo também o acessório da caixa de seus flagships mais recentes.

Com os preços cada vez mais exorbitantes no Brasil (mesmo com uma redução no valor do acessório lá fora), os carregadores oficiais acabam se tornando inviáveis para muita gente. Pensando nisso, decidimos reunir por aqui algumas opções de carregadores confiáveis para quem está pensando em comprar um iPhone novo e, consequentemente, um carregador para usar com ele.

Publicidade

Separamos os carregadores em três categorias: os mais baratos (em comparação com os originais da Apple), que podem custar menos de R$50; aqueles que suportam carregamento rápido; e alguns modelos mais premium, como aqueles que utilizam a tecnologia GaN (nitreto de gálio).

Pois vamos ao que interessa!

Bons e baratos

  • Carregador de 10W da Geonav: R$25
  • Carregador de 5W da Xiaomi: R$44
  • Carregador de 5W da Ugreen: R$46,34
  • Carregador de 15W da Samsung (acompanha cabo de USB-A para USB-C): R$89

Recarga rápida

Sobre os carregadores compatíveis com recarga rápida, a Apple informa que esse recurso funciona com iPhones 8 ou superiores, um cabo de USB-C para Lightning (que acompanha os iPhones 12 e os modelos mais antigos fabricados recentemente) e um carregador que pode ser tanto os da Apple quanto aqueles de outras marcas, desde que sejam compatíveis com alimentação USB-PD (power delivery).

Com esses acessórios, é possível recarregar até 50% da bateria em 30 minutos, de acordo com testes realizados pela empresa. No caso dos iPhones 12, a fonte precisa ter 20W ou mais para usar a carga rápida.

Publicidade

Confira algumas alternativas ao da Apple, abaixo:

  • Carregador de 20W da Baseus: R$79,21
  • Carregador de 25W da Samsung (acompanha cabo USB-C para USB-C): R$119
  • Carregador de 33W da Anker: R$169
  • Carregador de 18W da Geonav (acompanha cabo USB-C): R$199

GaN (nitreto de gálio)

Nós já falamos sobre os carregadores GaN nesse artigo, mas a premissa deles é simples: os acessórios oferecem grande potência e eficiência, ao mesmo tempo em que contam com um tamanho menor se comparados aos “normais”. Tudo tem um preço, é claro. Por ser considerada uma tecnologia nova, os carregadores ainda são bem caros.

Falando neles, os rumores mais recentes dão conta de que a Apple lançará carregadores com essa tecnologia. Vamos esperar para ver o que o futuro nos reserva.

Publicidade

Enquanto esse futuro não chega, vamos às alternativas:

  • Carregador GaN de 60W da Anker: R$270,79
  • Carregador GaN de 12W da Gorila Shield: R$279,97
  • Carregador GaN de 100W da Baseus: R$293,79

Essas são apenas algumas dicas, obviamente. Há centenas de opções de carregadores disponíveis no mercado. Alguns links são de lojas nacionais, enquanto outros são do AliExpress — que podem ter cobrança de impostos pela alfândega brasileira.

No mais… boa recarga! 😄 🔌

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão por cada venda concluída por meio dos links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Update do macOS Big Sur

Falha no instalador do macOS Big Sur pode causar perda de dados

Próximo Artigo
Convite para editar no Photoshop

Photoshop e mais apps da Adobe agora permitem colaboração

Posts Relacionados