O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Conceito de mudanças na App Store para evitar acusação de monopólio

Conceito: como a Apple poderia escapar das acusações de monopólio no iOS?

Dando mais controle e clareza aos usuários

Conceitos de futuros produtos ou serviços da Apple pintam no vasto e assustador mundo da internet (e aqui no MacMagazine, também) quase todos os dias, mas a criação mais recente do prolífico designer Parker Ortolani é bem diferente do que nos acostumamos a ver nesta seara.

Publicidade

Para o 9to5Mac, Ortolani imaginou não um produto, nem um serviço, mas pequenas mudanças aqui e acolá que a Apple poderia fazer no seu ecossistema com um objetivo em comum: arrefecer as acusações (e as investigações) que tem recebido de todos os lados sobre possíveis práticas monopolistas e abusivas.

Conceito de mudanças na App Store para evitar acusação de monopólio

Na visão do designer, isso seria feito com uma palavra de ordem: oferecer escolhas mais amplas (e claras) para os usuários em uma série de elementos do ecossistema. Por exemplo: ao configurar um novo iPhone/iPad, os usuários poderiam selecionar o mecanismo de busca padrão do Safari — afastando, assim, as suspeitas de práticas nocivas advindas do acordo bilionário entre a Apple e o Google para manter o buscador de Mountain View como padrão nos seus browsers.

Conceito de mudanças na App Store para evitar acusação de monopólio

A Siri também ganharia uma tela parecida, permitindo que você escolhesse todos os serviços padrão da assistente (música, podcasts, mensagens e mais) — vale lembrar, inclusive, que você poderá de fato escolher o serviço de música padrão da Siri a partir do iOS 14.5. Todas essas opções apareceriam na tela de configurações após você logar no seu ID Apple, para que fosse possível baixar alternativas (como o Spotify ou o Edge, por exemplo) diretamente dali.

Conceito de mudanças na App Store para evitar acusação de monopólio

Na tela principal dos Ajustes, dois elementos importantes ganhariam destaque: logo abaixo das opções da sua ID Apple, teríamos as seções “Apps e Assinaturas” (substituindo a atual seção “App Store”) e “Wallet e Apple Pay”, para acesso rápido aos elementos da sua conta que de fato envolvem dinheiro. Além disso, uma nova seção de “Apps Padrão” permitiria alterar suas configurações desta ordem a qualquer momento.

Conceito de mudanças na App Store para evitar acusação de monopólio

Outra novidade interessante seria uma tela totalmente nova ao assinar um app ou serviço no iOS/iPadOS. O quadrinho exibiria com clareza todas as opções de assinatura disponíveis, com direito a possíveis períodos de teste gratuitos, e traria um botão de “Mais Informações” com todos os dados adicionais. Tocando em continuar, você poderia selecionar a forma de pagamento e confirmar a operação com o Touch ID/Face ID e um clique duplo no botão lateral.

Conceito de mudanças na App Store para evitar acusação de monopólio

Da mesma forma, encerrar uma assinatura evocaria uma interface parecida: o quadrinho exibiria a quantidade de tempo ainda disponível no seu período de assinatura atual, e você poderia confirmar a desvinculação ali mesmo. Os desenvolvedores, inclusive, teriam acesso a uma API para incorporar essa tela aos próprios apps.

Conceito de mudanças na App Store para evitar acusação de monopólio

No geral, são mudanças que não alterariam fundamentalmente a natureza do ecossistema da Apple (como defendem alguns), mas dariam ao usuário mais facilidade, mais controle e um maior entendimento das suas transações na App Store.

Bem legal, não?

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
iPhone 6s Plus

Opinião de leitora: como é usar um iPhone "antigo" com iOS 14

Próximo Artigo
Bloqueio de Ativação em iPad, iPhone e Apple Watch

Apple lança página para desativar o Bloqueio de Ativação do seu aparelho, mas só nos EUA

Posts Relacionados