O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Informações de privacidade na App Store no iOS 14

Legisladores questionam precisão dos “rótulos de privacidade” de apps

No mês passado, comentamos alguns alertas que o ex-engenheiro da Apple, Johnny Lin, fez sobre as “informações nutricionais” de apps, principalmente o fato de a Maçã não verificar os dados enviados pelos desenvolvedores, segundo ele.

Publicidade

Alguns dias depois, uma reportagem do The Washington Post revelou que mais da metade dos dados de privacidade enviados por desenvolvedores eram completamente falsos ou, pelo menos, enganosos.

Agora, o Comitê de Energia e Comércio da Câmara dos Estados Unidos está pedindo à Apple que “melhore a precisão dos rótulos de privacidade de apps”, além de solicitar mais detalhes sobre o sistema numa carta [PDF] endereçada ao CEO1 da Maçã, Tim Cook.

Na carta, o comitê questiona a Apple sobre alguns rótulos de privacidade, os quais estariam oferecendo “informações enganosas e falsas”.

Publicidade

De acordo com uma reportagem recente, os rótulos de privacidade de aplicativos podem ser altamente enganosos ou flagrantemente falsos. Usando um software que registra dados transmitidos aos rastreadores, um repórter descobriu que aproximadamente um terço dos aplicativos avaliados que disseram não coletar dados tinham rótulos imprecisos. Um rótulo de privacidade não há proteção se for falso. Instamos a Apple a melhorar a validade de seus rótulos de privacidade de aplicativos para garantir que os consumidores recebam informações significativas sobre as práticas de dados de seus aplicativos e que os consumidores não sejam prejudicados por essas práticas potencialmente enganosas.

O comitê solicitou à Apple informações sobre o sistema de privacidade da App Store, incluindo detalhes sobre o processo de “auditoria” da Apple e quais medidas a empresa toma caso um aplicativo não forneça informações precisas. Tais esclarecimentos devem ser fornecidos aos legisladores até o dia 23 de fevereiro de 2021.

Vale notar que a Apple já disse que audita rotineiramente os dados de privacidade de apps e trabalha com desenvolvedores para corrigir informações falsas ou enganosas — entretanto, com o número de aplicativos na App Store, não é viável para a Apple corrigir rotineiramente cada aplicativo, naturalmente.

via MacRumors

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Campanha publicitária da Intel

Intel zomba da Apple dizendo o que Macs não podem fazer

Próximo Artigo
Ícones de apps

Gastos com assinaturas de apps chegam a US$13 bilhões em 2020

Posts Relacionados