O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Konstantin Savusia / Shutterstock.com
Chromebook da ASUS

Chromebooks superaram fatia de mercado dos Macs em 2020

Os computadores da Maçã também cresceram, mas não no mesmo ritmo

A este ponto, não é novidade para ninguém que os Macs tiveram um bom 2020: a pandemia do novo Coronavírus (COVID-19) catalisou um grande ciclo de trocas e de novos usuários para os computadores de Maçã, e vários modelos viram números de vendas bem maiores do que em anos anteriores.

Publicidade

No mundo dos computadores pessoais, entretanto, a maior onda positiva não é dos Macs — e sim dos Chromebooks.

Segundo dados divulgados recentemente pela IDC, os computadores rodando Chrome OS superaram a fatia de mercado global dos Macs pela primeira vez ao longo de 2020 — no acumulado do ano, os Chromebooks atingiram um market share de 10,8%, enquanto os Macs ficaram com 7,5%. O Windows, como de costume, nadou de braçada, com 80,5%.

A análise bruta dos números, entretanto, não conta a história toda: dando uma olhada na progressão das fatias de mercado ao longo dos trimestres de 2020, podemos concluir que o Windows foi quem mais perdeu terreno entre os três sistemas operacionais. O macOS cresceu bastante, de 5,8 para 7,7 pontos percentuais entre o primeiro e o quarto trimestre (com um pico de 8,4% no terceiro período).

Fatia de mercado dos computadores pessoais em 2020

Mesmo assim, o Chrome OS foi o “vencedor” do ano simplesmente porque ganhou mais terreno que os rivais, disparando de 5,3% no primeiro trimestre para 14,4% no último. Reflexo, claro, das novas necessidades de trabalho e (especialmente) ensino remoto, duas áreas em que os Chromebooks — com seu sistema extremamente leve e as máquinas mais baratas, leves e acessíveis — chamam bastante a atenção. No geral, segundo a IDC, as vendas desse tipo de dispositivo cresceram 400% ao longo do ano.

Ainda não sabemos como a Apple reagirá a essa notícia — a princípio, Macs e Chromebooks navegam em partes muito distintas do mercado de computadores pessoais, e nada indica que a Maçã tentará capturar essa parcela do público procurando por opções mais em conta (embora eu ainda esteja sonhando com a ideia do “Mac Nano”).

Publicidade

A Microsoft, por outro lado, já tem sua carta na manga: o Windows 10X, uma versão limitada do Windows 10 que se assemelhará ao Chrome OS em uma série de aspectos e deverá ser lançada ainda este ano.

A briga vai ser boa, pelo visto.

via GeekWire

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
MacBook com marca do chip M1 (Apple Silicon)

Primeiro malware para Macs com chip M1 é detectado

Próximo Artigo
Canadense pula em água congelante para resgatar iPhone

Canadense pula em água congelante para recuperar iPhone XS Max… com sucesso!

Posts Relacionados