O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Spotify terá mais ouvintes de podcasts que a Apple nos EUA ao fim de 2021

A Apple está dormindo no ponto num mercado bilionário
Spotify num iPhone
DenPhotos / Shutterstock.com

Sabemos que o Spotify não está medindo esforços para ser a maior plataforma de podcasts do mundo: a gigante sueca tem implementado vários recursos direcionados a esse tipo de experiência, além de realizar investimentos formidáveis no segmento para atrair criadores de conteúdo e programas exclusivos — o mais recente deles com apresentação de ninguém menos que Barack Obama e Bruce Springsteen, aliás.

Publicidade

Pois todos esses esforços parecem estar gerando resultado: de acordo com uma previsão do eMarketer, a plataforma de podcasts do Spotify chegará ao fim de 2021 com mais ouvintes que a da Apple nos Estados Unidos — algo inédito para a empresa de streaming sueca.

Segundo as estimativas, 28,2 milhões de pessoas nos EUA escutarão podcasts no Spotify ao menos uma vez por mês ao longo de 2021 — um crescimento previsto de 41,3% na comparação ano a ano. Já a plataforma Podcasts, da Apple, deverá ter 28 milhões de ouvintes mensais nos Estados Unidos, um crescimento virtualmente inexistente.

Spotify e Apple no mercado de podcasts

Mais alarmante (para a Apple) é notar as previsões do eMarketer para os próximos tempos: se as estimativas se confirmarem, o Spotify vai deixar a Maçã comendo poeira dentro de dois anos, vendo o número de ouvintes de podcasts mensais nos EUA subir para 37,5 milhões — enquanto a Apple manterá uma quantidade de ouvintes basicamente estável, com 28,8 milhões de usuários (e perderá parte da sua fatia de mercado no processo).

Publicidade

O analista da eMarketer Peter Vahle classificou a decolagem dos suecos como o resultado de um esforço bem-sucedido para transformar o Spotify numa espécie de “central digital de áudio”, enquanto a Apple… bom, em termos populares, a Apple dormiu no ponto:

Ao colocar música e podcasts no mesmo lugar, o Spotify rapidamente tornou-se a central para tudo que se refere a áudio digital. A Apple tem sido o principal nome dos podcasts por um longo período, mas em em anos recentes, a empresa não conseguiu acompanhar o ritmo do Spotify em investimentos e inovação na tecnologia e nos conteúdos dos podcasts. Os investimentos do Spotify deram aos criadores e anunciantes de podcasts bastante poder por meio das suas ferramentas de hospedagem, criação e monetização.

Obviamente, ninguém chegou lá na recepção do Apple Park para perguntar se a Maçã está de fato interessada em comprar essa briga e partir para cima do Spotify no mundo dos podcasts. O fato, entretanto, é que o segmento é deveras lucrativo: segundo a eMarketer, os gastos de anunciantes em podcasts nos EUA chegarão a US$1,28 bilhão em 2021, superando pela primeira vez a barreira do bilhão e registrando um crescimento de 41% na comparação ano a ano.

Mais que isso: segundo as estimativas, ao fim deste ano, os ouvintes de podcasts representarão 53,9% de todo o universo de consumidores de áudio digital nos EUA. Em 2024, segundo a eMarketer, serão 60,9%. Ou seja… temos aqui uma galinha dos ovos de ouro que, tirando umas iniciativas aqui e acolá, não está sendo muito explorada pela Apple.

Publicidade

Se a empresa continuará vendo a liderança no mercado ser perdida, teremos de aguardar para ver.


Ícone do app Spotify - Música e podcasts
Spotify - Música e podcasts de Spotify
Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple WatchesCompatível com Apple TV
Versão 8.6.84 (158.6 MB)
Requer o iOS 12.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Ícone do app Apple Podcasts
Apple Podcasts de Apple
Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 3.7.6 (2.9 MB)
Requer o iOS 10.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

via TechCrunch

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Apple Hearing Study

Estudo de Audição da Apple mostra dados preocupantes

Próximo Artigo
macOS Big Sur

macOS Big Sur 11.3 chega à sua terceira versão beta

Posts Relacionados