O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

MacRumors
Mockup das "AirTags"

“AirTags” terão recurso de segurança para evitar stalkers

O recurso valerá também para rastreadores de terceiros integrados ao app Buscar

Depois de extensos vazamentos, renders e rumores, tudo indica que estamos muito perto do lançamento das famigeradas “AirTags”, os pequenos dispositivos de rastreamento da Apple. Isso não significa que os recursos dos acessórios já tenham se esgotado, entretanto.

Publicidade

Explorando as entranhas da terceira versão beta do iOS/iPadOS 14.5, o jornalista Benjamin Mayo, do 9to5Mac, descobriu um importante recurso de segurança — válido não só para as “AirTags”, mas também para qualquer dispositivo de rastreamento integrado à plataforma Buscar. A ideia, aqui, é evitar que um stalker ou coisa do tipo possa lhe rastrear sem o seu conhecimento.

Explico: a praticidade e o tamanho diminuto das “AirTags” (ou de outros dispositivos do tipo) torna bem fácil que um malfeitor discretamente coloque um rastreador na sua bolsa, no seu carro ou em um outro local que indique sua localização. Sem um recurso de segurança para evitar essa prática, a pessoa poderia seguir todos os seus movimentos facilmente pelo iPhone conectado ao rastreador.

Felizmente, a Apple pensou nessa possibilidade. Quando ativado dentro do app Buscar, o recurso enviará uma notificação ao iPhone da vítima caso perceba um dispositivo de rastreamento desconhecido (isto é, não conectado àquele iPhone) constantemente nas proximidades.

Publicidade

A notificação inclui dicas de como desabilitar o rastreador e informa que, se a pessoa teme pela própria segurança, deve contatar imediatamente as autoridades e informar o número de série do dispositivo.

Ao que tudo indica, o recurso será ativado por padrão a partir do iOS/iPadOS 14.5. Caso você queira desativá-lo por qualquer motivo, o sistema exibirá antes a seguinte mensagem, informando que o dono de um rastreador desconhecido poderá acompanhar sua localização e você não receberá mais notificações quando um rastreador desconhecido estiver se movendo com você.

Recurso de segurança das "AirTags" no app Buscar

O recurso é muito bem-vindo, claro, mas me vieram à cabeça dois cenários nos quais ele será inefetivo ou mesmo perigoso. O primeiro deles é caso a vítima use um smartphone Android ou um iPhone mais antigo, incompatível com o iOS 14.5. O segundo é caso um usuário de “AirTags” seja sequestrado e o sequestrador tenha um iPhone — neste caso, o aparelho do criminoso acusará a presença do rastreador desconhecido e o malfeitor poderá desabilitá-lo.

Obviamente, será uma escolha do usuário manter o recurso ligado ou não (e também usar ou não as “AirTags”), mas são dois casos nos quais os engenheiros da Maçã poderiam pensar para tornar os seus rastreadores ainda mais completos.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
USB-C On-the-Go Multiport Adapter, da Satechi

Satechi lança hub/adaptador USB-C 9-em-1

Próximo Artigo
Homem mexendo em Apple Watch no pulso

Apple libera terceira versão beta do watchOS 7.4

Posts Relacionados