O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Por mudanças do iOS 14, LinkedIn deixará de coletar IDFA de usuários

Será a tendência de 2021?
Mulher com iPhone XS no app do LinkedIn
Natee Meepian / Shutterstock.com

Pouco a pouco, o terremoto causado pelo App Tracking Privacy e pelas mudanças de privacidade do iOS 14 vai se estabilizando — e as empresas afetadas pela novidade começam a aceitar o novo horizonte, alterando suas políticas para um futuro, com um pouco de sorte, mais amigável com os dados dos usuários.

Publicidade

Hoje foi a vez do LinkedIn de se mexer e as notícias da rede são bem interessantes: em breve, o aplicativo da plataforma para iOS deixará de coletar o IDFA dos usuários por completo.

IDFA, para quem não está por dentro do assunto, é o Identificador para Anunciantes — um código aleatório usado para identificar o usuário entre múltiplos apps, criar métricas sobre seus interesses e direcionar anúncios. O código é justamente o epicentro das mudanças de privacidade do iOS 14 já que, a partir de agora, cada app precisará receber uma autorização expressa (e repetida de tempos em tempos) para coletar esses dados.

Segundo o LinkedIn, a mudança afetará a rede de anúncios e as campanhas realizadas por anunciantes dentro da plataforma, mas a equipe de marketing da empresa espera um “impacto limitado” nas performances das campanhas. Os anunciantes também não deverão sofrer grandes mudanças na forma como essas campanhas são configuradas.

Publicidade

A rede afirmou também que, a partir de agora, usará primordialmente os dados dos próprios usuários (isto é, aqueles disponíveis publicamente em seus perfis) para ajudar os anunciantes a alcançar seu público-alvo. Obviamente, a equipe do LinkedIn analisará de perto o desempenho das campanhas ao longo dos próximos meses e dará todos os retornos aos anunciantes.

Boas notícias — tomara que sirvam como tendência.


Ícone do app LinkedIn: Pesquisa de Emprego
LinkedIn: Pesquisa de Emprego de LinkedIn Corporation
Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 9.1.219 (291 MB)
Requer o iOS 12.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

via 9to5Mac

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Microsoft Edge

Microsoft lança Edge 89 com início mais rápido e abas verticais

Próximo Artigo
OpenHaystack, projeto para criar rastreadores integrados ao Buscar

Projeto permite que você crie rastreadores integrados ao Buscar

Posts Relacionados