O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

OpenHaystack, projeto para criar rastreadores integrados ao Buscar

Projeto permite que você crie rastreadores integrados ao Buscar

Cansou de esperar pelas “AirTags”? O mercado de fabricantes de acessórios ainda não lançou nenhum rastreador integrado ao app Buscar que satisfaça às suas necessidades? Pois saiba que você pode fazer seu próprio rastreador integrado ao aplicativo — contanto que você tenha um Mac e certo conhecimento de linguagem de programação, isto é.

Publicidade

A solução para os seus problemas está no OpenHaystack, um projeto de código aberto desenvolvido por pesquisadores de segurança do laboratório alemão Secure Mobile Networking. Basicamente, o propósito do projeto é fazer uma engenharia reversa da forma como dispositivos se registram na rede do Buscar e, com isso, permitir que seus próprios rastreadores juntem-se ao aplicativo e possam ser administrados de forma nativa.

A coisa toda funciona por meio de um aplicativo para Mac, pelo qual você pode registrar seus dispositivos — atualmente, há suporte direto ao BBC Micro:Bit (usando o Bluetooth LE como forma de comunicação com seu iPhone ou iPad), mas você pode adaptar o código do app para que ele funcione com outros microPCs e dispositivos do tipo. Em breve, os desenvolvedores do projeto deverão adicionar suporte a mais aparelhos.

O “intermediário” do processo é o aplicativo Mail, do macOS: o OpenHaystack utiliza o app para lhe autenticar como um usuário genuíno da Apple e, com isso, gerar as credenciais necessárias para que você entre na rede do Buscar e possa integrar o seu dispositivo. O Mail precisa ficar aberto e rodando constantemente para que o processo funcione — afinal, nem tudo são flores para os apressados.

Publicidade

Vale notar que, apesar de nada disso aqui ser ilegal ou irregular segundo os termos de uso da Apple, naturalmente a coisa toda não é oficialmente aprovada pela Maçã e ainda está em estágios experimentais. Portanto, o OpenHaystack deve ser utilizado apenas por quem sabe o que está fazendo e não é uma boa ideia utilizá-lo para criar rastreadores “reais”, usados no seu dia a dia — até porque, atualmente, qualquer pessoa com o projeto rodando poderá rastrear outros dispositivos nas proximidades.

Ainda assim, o experimento é bem interessante para quem quer explorar as possibilidades da área e, quem sabe, contribuir para o desenvolvimento do projeto. Você pode acessá-lo pelo GitHub.

via The Verge

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Mulher com iPhone XS no app do LinkedIn

Por mudanças do iOS 14, LinkedIn deixará de coletar IDFA de usuários

Próximo Artigo
Sarah Niles

Sarah Niles se junta à 2ª temporada de "Ted Lasso"

Posts Relacionados