O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Conceito de iPhone com Touch ID sob a tela
MacRumors

Mais analistas dizem que “iPhone 13” terá Touch ID sob a tela

A essa altura, o rumor já está basicamente consolidado

A saga do Touch ID nos iPhones já se tornou o velho e bom “bota casaco, tira casaco”: há quem diga que ele está definitivamente morto, e há — cada vez mais — quem defenda que a autenticação por digitais fará um retorno triunfal, embutido na tela. Pois analistas do Barclays liderados por Andrew Gardiner acabaram de entrar para o segundo time.

Publicidade

Em uma nota para investidores obtida pelo MacRumors, os analistas afirmaram — com base em “longas conversas da indústria entre fornecedores” — que a linha do “iPhone 13” provavelmente contará com um leitor de impressões digitais embutido na tela — e que o Touch ID voltará para complementar, não para substituir, o Face ID.

Sobre o reconhecimento facial, os analistas corroboraram os rumores de que os iPhones de 2021 terão um recorte (ou notch, como queiram) menor, provavelmente fruto de uma versão atualizada do Face ID com componentes miniaturizados.

Segundo as projeções, entretanto, o reconhecimento facial continuará basicamente o mesmo nos “iPhones 13” — os analistas acreditam em um salto maior para o Face ID somente em 2022, quando a Apple deverá adotar uma nova tecnologia, provavelmente baseada em sensores ToF1, para tornar a ferramenta ainda mais rápida, confiável e compacta.

As previsões batem, inclusive, com os palpites recentes de Ming-Chi Kuo de que alguns iPhones de 2022 poderão ter câmeras frontais do tipo hole-punch.

Publicidade

Em outros rumores do Barclays para a família do “iPhone 13”, os analistas *não* acreditam que a Apple expandirá a presença do scanner LiDAR para todos os modelos da linha — isto é, o componente deverá continuar como uma exclusividade dos modelos Pro.

Voltando ao prospecto do Touch ID sob a tela, os rumores tornam-se cada vez mais fortes: além dos analistas do Barclays, duas das fontes mais respeitadas do mundo Apple — Mark Gurman (da Bloomberg) e Joanna Stern (do Wall Street Journal) — já tinham corroborado essa previsão. Ou seja, a não ser que uma reviravolta muito grande aconteça nos próximos meses nos porões de Cupertino, é provável que o recurso volte de fato.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
MagicMobile, ingresso digital para os parques da Disney integrado ao iPhone

Parques da Disney terão ingressos no iPhone e Apple Watch [atualizado]

Próximo Artigo
Aplicativo Superpowered para macOS

App para Mac coloca suas reuniões virtuais na barra de menus

Posts Relacionados