O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Ícone da App Store
Washington Post

Lei “anti-App Store” está definitivamente morta no Arizona

A Apple e o Google “contrataram quase todos os lobistas da cidade”, segundo a congressista que apresentou o projeto

O gato já tinha subido no telhado na semana passada, mas hoje foi confirmado: o projeto de lei “anti-App Store” apresentado por legisladores do Arizona foi definitivamente engavetado, sem mais chances de votação.

Publicidade

A proposta, para quem não acompanhou o imbróglio, obrigaria a Apple a abrir o iOS para sistemas de pagamentos de terceiros — em outras palavras, desenvolvedores que comercializam itens ou assinaturas dentro dos seus aplicativos poderiam fazê-lo por outros sistemas que não o da App Store, evitando, assim, a taxa de 15-30% cobrada pela Maçã.

O projeto de lei foi aprovado numa votação inicial na Câmara de Representantes do Arizona, mas o segundo sufrágio — este, no Senado Estadual — não aconteceu e nem sequer foi colocado na pauta dos legisladores. Analistas atribuíram o “cancelamento” ao forte lobby da Apple e do Google contra a proposta.

Hoje, a congressista Regina Cobb (do Partido Republicano) confirmou ao The Verge que a razão para o engavetamento da proposta foi, de fato, a forte pressão realizada pelas gigantes tecnológicas — nas palavras dela, a Apple e o Google “contrataram quase todos os lobistas da cidade” para deter o projeto. A influência das empresas nos corredores do Senado Estadual foi tamanha que a proposta simplesmente não teria votos suficientes para ser considerada.

Publicidade

Obviamente, é sempre bom lembrar que o lobby existe dos dois lados — o próprio texto do projeto de lei, como já comentamos aqui, foi redigido por uma lobista representando a Coalition for App Fairness (CAF), grupo liderado pela Epic Games e pelo Spotify que luta contra as práticas supostamente anticompetitivas da App Store.

O fato é que, depois da rejeição de uma proposta semelhante na Dakota do Norte, o cenário começa a tornar-se mais promissor para Cupertino. Não que a disputa tenha terminado, entretanto: projetos semelhantes estão tramitando em estados como Minnesota, Maryland e Virginia — e a discussão sobre as práticas da Maçã na App Store, com ou sem projeto de lei, está em voga.

Vamos ver se alguma consequência prática sairá disso tudo.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
MacBook Pro de 13"

MacBook Pro de 13" (fim de 2012) é considerado obsoleto pela Apple

Próximo Artigo
PXL - mosaic art

Promoções na App Store: PXL, Very Little Nightmares, Tweak and Tuneup e mais!

Posts Relacionados