O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Vídeo de conceito de "iPhone 13 Pro"

DigiTimes: “iPhones 13 Pro” terão telas OLED LTPO de 120Hz

Já há algum tempo, acompanhamos especulações de que os iPhones poderão ganhar displays com taxa de atualização de 120Hz — as quais podem ser úteis para garantir mais qualidade gráfica em jogos ou obter animações/transições mais fluidas.

Publicidade

No ano passado, o DigiTimes já havia cantado a pedra de que tal tecnologia seria implantada nos “iPhones 13 Pro” — e, alinhado a outros rumores, agora eles estão confiando ainda mais nessa possibilidade.

De acordo com a reportagem mais recente do DT, os dois modelos topos-de-linha da próxima geração de iPhones serão equipados com um display OLED1 LTPO2 que possibilitará taxas de atualização de até 120Hz.

Ainda segundo as informações, tanto a Samsung quanto a LG Display estão no processo de conversão das suas linhas de produção de displays LTPS3 para LTPO. De acordo com fontes da cadeia de produção, a conversão da produção desses displays provavelmente será concluída no primeiro semestre deste ano.

Um obstáculo que a Apple pode estar enfrentando com a tecnologia, no entanto, é o aumento do consumo de energia que ela requer. Apesar disso, o DT informou que os “iPhone 13 Pro” terão consumo de energia reduzido entre 15-20%, mesmo com essas telas mais novos — provavelmente graças ao chip “A15 Bionic” que alimentará os novos aparelhos.

Expansão do 5G mmWave

Em uma nota relacionada, o DT também informou que a Apple deverá aumentar substancialmente os pedidos de iPhones habilitados com 5G mmWave4 neste ano, graças ao aumento da demanda e à expansão dessa tecnologia.

Como muitos devem saber, os iPhones 12 habilitados para mmWave são comercializados, por enquanto, somente nos Estados Unidos — devido à disponibilidade limitada da tecnologia. Com a expansão da tecnologia ocorrendo em outras regiões, entretanto, a Apple deverá aumentar as remessas de iPhones com mmWave.

Publicidade

Devido à sua frequência maior, a tecnologia mmWave tem um alcance muito menor e requer uma infraestrutura mais avançada e cara em comparação ao 5G sub-6GHz (disponível em mais regiões, incluindo o Brasil).

via MacRumors [1, 2]

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Uber

Como apagar a sua conta no Uber

Próximo Artigo
Safari

Pesquisador ganha US$100 mil com vulnerabilidade do Safari

Posts Relacionados