O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Ícone do Coronavírus - SUS

App de alerta de exposição à COVID-19 fracassa no Brasil

Há alguns meses, noticiamos que apenas 5% dos brasileiros haviam baixado o app Coronavírus – SUS. Ninguém sabia quantos deles de fato ativaram o recurso de alerta de exposição à COVID-19 em seus aparelhos e, pior, mantiveram-no ativo após um certo tempo.

Publicidade

Pois bem, agora sabemos que a coisa de fato fracassou para valer. O Ministério da Saúde revelou ao Tilt que, até fevereiro, o app tinha apenas 2,3 milhões de usuários ativos — ou seja, menos de 1% da população brasileira.

Conforme explicamos na matéria anterior, para esse tipo de sistema surtir algum efeito prático, ele precisaria ser adotado por pelo menos 20% da população. Com um alcance de 60%, sua eficácia seria realmente significativa e ele poderia contribuir muito com a redução de contaminações e mortes.

Até novembro do ano passado, o app contabilizava apenas 1.573 registros de testes positivos. Atualmente, o Ministério da Saúde diz nem ter mais acesso a esse dado devido às regras de privacidade estipuladas pela API1 desenvolvida pela Apple em parceria com o Google.

O que deu errado?

É difícil cravar com certeza o(s) motivo(s) que levou/levaram a esse fracasso, mas dá para enumerar alguns pontos críticos:

  • Falta de divulgação/promoção por parte do Governo Federal e do Ministério da Saúde. Muito provavelmente, a grande maioria dos brasileiros nem sequer sabe da existência desse app, muito menos o que ele faz, como funciona e quão importante ele seria no combate à pandemia.
  • A exigência de manter o Bluetooth sempre ligado também deve ter afastado muita gente, que dificilmente cogitaria comprometer a bateria do seu smartphone em prol de algo que desde o início se mostrou falho/inútil.
  • A API da Apple/do Google requer aparelhos rodando o iOS 13/Android 6.0 ou superior, o que também limita bastante o alcance da solução entre os milhões de brasileiros.

Enfim, tudo isso é uma grande pena. Esse alerta de exposição certamente não está nem de longe entre as medidas mais prioritárias de combate à pandemia do novo Coronavírus, mas poderia sim ter ajudado um tanto — tal como ocorreu no Reino Unido, por exemplo.

E, claro, mais dinheiro público que foi jogado no ralo.


Ícone do app Coronavírus - SUS
Coronavírus - SUS de Governo do Brasil
Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 2.4.2 (98.1 MB)
Requer o iOS 12.5 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Windows 10 Arm rodando em MacBook Pro M1 com Parallels Desktop 16.5

Parallels Desktop 16.5 agora roda o Windows em Macs M1

Próximo Artigo
Novos Amazon Echo Buds

Novos Echo Buds custam bem menos que os AirPods Pro

Posts Relacionados