O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Fundo de Restauração da Apple

Apple lança iniciativa inédita para remover carbono da atmosfera

Como parte dos esforços ambientais contínuos da Apple, a empresa anunciou hoje um novo Fundo de Restauração (“Restore Fund”) de US$200 milhões, que desenvolverá “novas iniciativas financeiramente viáveis para remover carbono da atmosfera”.

Publicidade

O projeto, realizado em parceria com a Conservation International e o Goldman Sachs, também visa incentivar outras empresas a seguir seu exemplo e iniciar outros projetos de restauração florestal — como apontado pela vice-presidente de meio ambiente, política e iniciativas sociais da Apple, Lisa Jackson:

A natureza fornece algumas das melhores ferramentas para remover o carbono da atmosfera. Florestas, pântanos e pastagens retiram carbono da atmosfera e o armazenam permanentemente em seus solos, raízes e galhos. Por meio da criação de um fundo que gere retorno financeiro e impactos reais e mensuráveis do carbono, pretendemos promover uma mudança mais ampla no futuro — incentivando o investimento na remoção de carbono em todo o mundo. Nossa esperança é que outros compartilhem nossos objetivos e contribuam com seus recursos para apoiar e proteger ecossistemas críticos.

No ano passado, a Apple estabeleceu uma meta para que todo seu negócio seja 100% neutro em carbono até 2030. Nesse sentido, a companhia explicou que removerá 75% das emissões de carbono em sua cadeia de suprimentos e que o Fundo de Restauração contribuirá com os 25% restantes.

Fundo de Restauração da Apple

Mais precisamente, o Fundo de Restauração da Apple tem como objetivo remover pelo menos 1 milhão de toneladas métricas de dióxido de carbono da atmosfera anualmente — o equivalente à emissão de carbono por 200 mil veículos.

Para garantir que o carbono armazenado nas florestas seja quantificado com precisão e permanentemente removido da atmosfera, o Fundo de Restauração usará padrões internacionais robustos desenvolvidos por organizações reconhecidas como a Verra, o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas e a Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima.

A Maçã disse que o Fundo de Restauração “se baseia no legado do seu trabalho de conservação florestal”. Por exemplo, a companhia usou fibras de origem 100% renovável em suas embalagens e melhorou o manejo de mais de 4 bilhões de metros quadrados de florestas em todo o mundo.

Fundo de Restauração da Apple

A empresa também afirmou que os clientes podem apoiar projetos florestais e de remoção de carbono. Para cada compra feita com o Apple Pay até o Dia da Terra (22 de abril), a Apple fará uma doação para a Conservation International.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Migração do iCloud para o Google Fotos para contas brasileiras

Migração do iCloud pro Google Fotos está disponível no Brasil

Próximo Artigo

Apple Fitness+ adiciona exercícios para grávidas, pessoas idosas e mais

Posts Relacionados