O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Vazamento mostra futuro MacBook Pro com HDMI, MagSafe e porta para cartão SD

Os documentos “confirmam”, também, a existência do modelo de 14 polegadas

Hoje mais cedo, falamos sobre as ameaças sofridas pela Apple por um grupo especializado em ataques do tipo ransomware, que afirmou ter roubado milhares de documentos contendo informações de futuros produtos da empresa após invadir os sistemas da Quanta Computer, fornecedora da Maçã. Agora, pelo visto, alguns desses documentos já estão à solta.

Publicidade

O 9to5Mac publicou informações sobre aquilo que poderá ser a próxima geração do MacBook Pro. Os esquemas técnicos dos produtos, de códigos J314 e J316, corroboram alguns rumores que já ouvimos anteriormente sobre as máquinas — como a volta do MagSafe e da entrada para cartões SD, além da inclusão de uma porta HDMI.

Os desenhos técnicos mostram que a suposta máquina teria a saída HDMI, ao slot para cartões SD e uma porta Thunderbolt/USB4 na direita; as demais conexões, como a MagSafe e as outras portas Thunderbolt, presumivelmente ficariam à esquerda.

Esquema técnico de futuro MacBook Pro com MagSafe e HDMI
Suposta estrutura do futuro MacBook Pro com novos conectores à direita (a peça está de cabeça para baixo)

Em janeiro passado, a Bloomberg já tinha “confirmado” a existência dos modelos J314 e J316 como as próximas versões do MacBook Pro. Os números supostamente referem-se aos tamanhos de tela dos computadores: um modelo de 14 polegadas e outro de 16 polegadas. Ambos, claro, já viriam equipados com chips da própria Apple — não sabemos se o próprio M1 ou, mais provável, alguma geração posterior do Apple Silicon (que nos acostumamos a chamar de “M1X”).

Nos documentos vazados, o 9to5Mac conseguiu ainda localizar referências aos modelos J374 e J375. Não há informações mais específicas em relação a eles, mas acredita-se que os códigos refiram-se a futuras versões do Mac mini com chip “M1X”, destinados a substituir os atuais modelos da máquina ainda vendidos com processadores Intel.

O grupo de invasores, vale notar, está pedindo US$50 milhões à Quanta para devolver os supostos “milhares” de documentos roubados — e afirmou que continuará liberando mais arquivos diariamente até que a quantia seja paga. Vamos ver no que essa história toda vai dar.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Teclado Magic Keyboard do novo iMac com Touch ID (verde)

Touch ID do novo Magic Keyboard não funcionará com os iPads Pro

Próximo Artigo
Produtos Apple com o AppleCare+ na frente

AppleCare+ de Macs agora poderá superar 3 anos

Posts Relacionados