O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple vs. Epic: testemunhas questionam monopólio e reforçam segurança do iOS

Os especialistas convocados pela Maçã já enviaram seus testemunhos escritos à corte
Epic Games vs. Apple
Ascannio / Shutterstock.com

O julgamento da batalha entre a Apple e a Epic Games nos Estados Unidos terá início no dia 3 de maio, mas as tratativas relacionadas à disputa já estão correndo há bastante tempo — e, no desdobramento mais recente, o departamento jurídico da Maçã enviou à Corte Distrital do Norte da Califórnia (onde o caso será julgado) alguns testemunhos escritos de especialistas convocados pela empresa.

Publicidade

O documento de 257 páginas, que pode ser lido na íntegra aqui, traz sete testemunhas de diferentes áreas — e o valor legal das declarações é o mesmo das testemunhas que comparecerão presencialmente ao julgamento. Os depoimentos cobrem alguns dos principais pontos das acusações da Epic, como o suposto monopólio da App Store e a segurança do iOS.

Uma das testemunhas convocadas pela Apple é o professor da Universidade da Pensilvânia Lorin P. Hitt, PhD em Operações, Informação e Decisões. Hitt afirmou que, com base em cálculos de fatias de mercado, a Apple não teria um monopólio no mundo dos jogos — justamente uma das hipóteses sustentadas pela Epic:

Meus cálculos de mercado sustentam a conclusão de que a Apple não tem poder de monopólio num mercado propriamente definido. A fatia da Apple no mercado de transações de jogos digitais está entre 23,3% e 37,5%. Considerando minha abordagem conservadora, essas estimativas de fatia de mercado, especialmente na parte mais alta do mercado, certamente superestimam a fatia real da Apple e são, de qualquer forma, inconsistentes com a hipótese de a Apple ter um poder de mercado substantivo. A chegada de novas plataformas de transação de jogos também é inconsistente com essa hipótese.

Dean Francine Lafontaine, professor de economia da Universidade de Michigan, afirmou que a Apple não tem um monopólio no mercado de jogos porque qualquer usuário do iOS poderia, teoricamente, usar o Safari (ou qualquer outro navegador) para realizar transações fora do sistema de pagamento da App Store — um argumento que já foi utilizado pela própria Maçã anteriormente.

Publicidade

Este ponto foi reforçado por Dominique Hanssens, professor de marketing da Universidade da Califórnia em Los Angeles. Segundo um estudo feito por Hanssens, a Apple não teria monopólio no mercado de jogos digitais porque a grande maioria dos usuários de iPhones e iPads têm, usam e gastam dinheiro também em outros dispositivos:

Resultados da minha primeira pesquisa mostram que 92% dos entrevistados que baixaram aplicativos na App Store usaram regularmente, nos últimos 12 meses, ao menos um outro tipo de dispositivo (que não seja um iPhone ou iPad) no qual eles podem acessar conteúdo de jogos digitais. Além disso, 99% dos entrevistados afirmaram que usaram ou poderiam usar um outro tipo de dispositivo (que não seja um iPhone ou iPad) para acessar conteúdo de jogos digitais nos últimos 12 meses.

Quem também se pronunciou foi Aviel Rubin, diretor da área de segurança da informação — e, aqui, a tônica girou em torno de possíveis ameaças à segurança do iOS/iPadOS caso as exigências da Epic sejam atendidas e a Apple seja obrigada a permitir outras lojas de aplicativos no seu ecossistema. Rubin atrouxe o exemplo do Android, cujas lojas de apps alternativas hospedam “99,9% de todos os malwares para dispositivos móveis já descobertos”, e afirmou que não haveria uma forma de garantir que essas lojas alternativas para iOS trariam o mesmo nível de segurança ou privacidade da App Store.

O documento, claro, não traz testemunhos dos executivos da Apple que comparecerão ao julgamento — como sabemos, nomes do altíssimo escalão da Maçã (como Tim Cook, Phil Schiller e Craig Federighi) todos testemunharão presencialmente a partir da próxima semana. Deveremos ter fortes emoções nos próximos dias, portanto.

via MacRumors

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Tela de privacidade do Facebook no iOS 14.5

iOS 14.5: por que o alerta de rastreamento não aparece em alguns apps?

Próximo Artigo
Forté, pedestal da Twelve South para carregador MagSafe do iPhone 12

Twelve South lança pedestal articulado para carregar iPhones 12

Posts Relacionados