O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Serviços da Apple atingem 660 milhões de assinantes e receita de US$17 bilhões

Quem diria, hein?
Serviços da Apple

A Apple informou, agora há pouco, seus resultados financeiros relativos ao segundo trimestre fiscal de 2021, e as finanças de Cupertino realmente arrebentaram a boca do balão. Tivemos um disparo de 54% na comparação ano a ano, com receita de US$89,6 bilhões — bem acima das previsões dos analistas da área, vale notar.

Publicidade

Como notamos, todos os segmentos da empresa tiveram crescimentos na casa dos dois dígitos. E o de Serviços acabou de ter mais um dado importantíssimo divulgado pelo Financial Times: a Apple já tem nada menos que 660 milhões de assinantes entre todas as suas plataformas digitais.

A categoria de Serviços inclui plataformas como o Apple Music, o Apple TV+, o Apple Arcade, o Apple Fitness+, o Apple News+ e o iCloud — aliás, é provável que o lançamento do pacote Apple One, no segundo semestre do ano passado, tenha contribuído para o crescimento no número de assinantes da Maçã, já que os serviços são reunidos numa assinatura única, mais vantajosa.

Sobre o crescimento, o analista Horace Dediu, do Asymco, colocou as coisas em perspectiva: foram 40 milhões de assinantes a mais em relação ao trimestre fiscal passado, ou 145 milhões a mais na comparação ano a ano. O número total de assinantes dos serviços da empresa dobrou em apenas dois anos e meio, segundo Dediu.

Como já expomos no nosso artigo “traduzindo” o segundo trimestre fiscal de 2021 da Apple em gráficos, o setor de Serviços tem uma trajetória quase totalmente ascendente nos últimos anos — o período mais recente registrou seu recorde absoluto de receita, com um faturamento de US$16,9 bilhões. O valor, é bom notar, abarca os lucros bilionários da App Store, atualmente em cheque com as acusações de monopólio e taxas abusivas cobradas pela Maçã.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Gráfico apontado para cima

O segundo trimestre fiscal de 2021 da Apple em gráficos

Próximo Artigo
Pesquisa Mac Dev Survey 2021, da Tower

Swift já é a 2ª linguagem mais usada por desenvolvedores no Mac

Posts Relacionados