O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Alfândega dos EUA apreende 36 mil AirPods falsificados

Na semana passada, oficiais da Alfândega e Proteção de Fronteiras dos Estados Unidos (U.S. Customs and Border Protection, ou CBP) apreenderam 36.000 pares de AirPods falsificados como parte de uma inspeção de mercadorias em Cincinnati (Ohio).

Publicidade

De acordo com o órgão alfandegário, a remessa (oriunda da China) foi avaliada em US$7,16 milhões — ou melhor, esse seria o valor caso os produtos fossem genuínos.

Ao todo, foram apreendidas três remessas (cada uma delas contendo 12 mil pares) de fones de ouvido, cuja marca era descrita como “Elite Pods”.

AirPods falsificados

Antes de apreender as remessas de produtos, os oficiais da CBP consultaram um especialista em importação do Centro de Excelência e Especialização para investigar a possível violação da marca registrada e dos direitos autorais da Apple.

Publicidade

Como muitos devem saber, a Apple tem diversas marcas registradas — entre elas a dos AirPods, as quais englobam seu design e recursos.

De acordo com a CBP, embora os fones de ouvido falsificados não usem o nome dos AirPods nem citem a Apple, o design dos produtos foi o suficiente para ser considerado uma violação.

Produtos falsificados podem enganar à primeira vista, eles geralmente são mais baratos e podem parecer muito semelhantes aos produtos reais. No entanto, produtos de qualidade inferior podem acabar custando mais aos consumidores do que se eles comprassem o item original, devido à alta probabilidade de materiais abaixo do padrão e peças com defeito.

A existência de produtos falsificados (“inspirados” nos gadgets da Apple) não é um fato recente e nem surpreendente — tanto que a Apple possui uma equipe dedicada de combate à falsificação para remover esses produtos do mercado.

Publicidade
AirPods Pro AirPods (2ª geração)

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão de vendas concluídas por meio de links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

via CNN

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Ícone do WhatsApp

WhatsApp poderá ter mensagens temporárias por padrão

Próximo Artigo
Música no Apple Music com suporte a Dolby Atmos e lossless

Apple Music ganhará áudio lossless sem custo adicional, além de Áudio Espacial com Dolby Atmos

Posts Relacionados