O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

iPhones 12 Pro azul-pacífico e dourado

Apple poderá superar Samsung como maior compradora de telas AMOLED

Com a chegada dos “iPhones 13”, a Maçã precisará de muito mais componentes do tipo

Vejam como são as coisas: até alguns anos atrás, a Apple era considerada a “atrasada no rolê” por insistir em iPhones com telas LCD1. Com a chegada do iPhone X, entretanto, tudo mudou — e agora, menos de quatro anos depois, a Maçã já está em vias de se tornar a maior compradora de painéis AMOLED2 (uma variação da tecnologia OLED3) no mundo.

Publicidade

As informações são do DigiTimes: de acordo com o relatório, com o lançamento dos “iPhones 13” (que manterão as telas AMOLED), 80% dos smartphones vendidos pela Maçã terão a tecnologia — na linha atual, apenas o iPhone XR e o iPhone SE de segunda geração mantêm telas LCD; no próximo ciclo, é provável que ao menos o XR saia de cena e seja substituído pelo iPhone 11 como aparelho de entrada.

A maior consequência disso é que a Maçã poderá superar a Samsung Electronics como maior compradora de painéis AMOLED no mundo: segundo estimativas da Omdia, a empresa fará um pedido de 169 milhões de telas do tipo em 2021, um bom crescimento em relação aos 114,5 milhões comprados em 2020. A sul-coreana, por sua vez, comprará cerca de 157 milhões de telas (foram 152,3 milhões no ano passado).

Façamos aqui, claro, a distinção entre a Samsung Electronics (que produz os smartphones Galaxy e os demais eletrônicos da empresa) e a Samsung Display, uma das maiores fabricantes de telas do mundo.

Publicidade

A Samsung Display é, e continuará sendo, uma das maiores fornecedoras de telas da Apple ao longo deste ano: segundo as estimativas, a empresa fornecerá cerca de 110 milhões de telas à Maçã, enquanto a LG Display ficará com 50 milhões e a BOE com os 9 milhões restantes.

O relatório do DigiTimes não traz mais informações sobre possíveis características das telas que a Apple usará na linha de 2021, mas podemos rememorar alguns rumores que já surgiram em relação ao assunto: ao que tudo indica, os “iPhones 13” permanecerão com painéis bem semelhantes aos da geração atual, enquanto os “iPhones 13 Pro” poderão receber telas do tipo LTPO4, com taxa de frequência maior/variável (até 120Hz) e possibilidade de recursos como o always-on display.

Vamos aguardar, portanto.


iPhones 12 Pro (miniatura)
iPhones 12 Pro e 12 Pro Max de Apple Preço à vista: a partir de R$9.899,10
Preço parcelado: em até 12x de R$916,58
Cores: grafite, prateada, dourada e azul-pacífico
Capacidades: 128GB, 256GB ou 512GB
Lançamento: outubro de 2020

iPhones 12 mini e 12 roxo
iPhones 12 mini e 12 de Apple Preço à vista: a partir de R$6.299,10
Preço parcelado: em até 12x de R$583,25
Cores: branca, preta, azul, verde, roxa e (PRODUCT)RED
Capacidades: 64GB, 128GB ou 256GB
Lançamento: outubro de 2020

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão por cada venda concluída por meio dos links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

via MacRumors

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Novidades no 1Password para browsers

Extensão do 1Password ganha suporte ao Touch ID, modo escuro e mais

Próximo Artigo
Sensor cardíaco do Apple Watch Series 6

AliveCor acusa Apple de monopolizar sensor cardíaco do Watch

Posts Relacionados