O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Emulador Dolphin

Emulador Dolphin rodará ainda mais rápido nativamente no M1

Que o Apple Silicon é potente em todos os sentidos, isso nós já sabemos. Desde o ano passado, o M1 tem recebido diversos elogios quanto ao seu desempenho, economia de energia, dentre outros. Desde então, o time desenvolvedor do Dolphin — um popular emulador de Nintendo GameCube e Wii — tem trabalhado dia e noite no suporte para os Macs com M1.

Publicidade

Hoje, empresa finalmente divulgou alguns resultados do primeiros testes com o programa e mostrou que seu desempenho é ainda mais rápido no M1, rodando nativamente, quando comparado aos Macs com processador Intel.

Inicialmente, o pessoal da Dolphin executou diversos jogos usando o emulador em Macs M1 apenas com a camada de tradução Rosetta 2, que permite executar aplicativos compilados para processadores x86 nos chips ARM.

Ainda que os jogos não tenham conseguido o desempenho máximo, os resultados foram bastante impressionantes. Grande parte deles funcionou bem e o desempenho geral foi melhor do que em um MacBook Pro de três anos atrás, equipado com um Intel Core i7.

Publicidade

Nele, o Dolphin rodou Super Smash Bros. a 71 quadros por segundo, enquanto num Mac com M1 rodou o mesmo jogo a 79qps. Em um jogo mais pesado, como Star Wars Rogue Squadron II, a variação do desempenho foi ainda maior: o MacBook Pro com Intel rodou o jogo a apenas 16qps, enquanto o M1 com Rosetta 2 chegou a 49qps.

Testando o emulador de forma nativa, ele surpreendeu ainda mais! Usando Super Smash Bros. mais uma vez como exemplo, o jogo rodou a 120qps na versão nativa do Dolphin no M1 Mac. A companhia também comparou o poder do Apple Silicon a um PC gamer equipado com um Intel i9 9900K e atestou que o chip da Maçã não fica muito atrás.

A companhia afirmou ainda que há muito o que se consertar e implementar na versão ARM do Dolphin Emulator, mas demonstrou felicidade pelos resultados. Além disso, há de se elogiar a eficiência energética da arquitetura ARM.

Publicidade

Dentre os resultados compartilhados pelos desenvolvedores, o emulador no M1 pode renderizar 8,94 quadros com 1W, enquanto o Intel MacBook Pro renderiza 1,38 quadro por watt.

A eficiência está literalmente muito acima da média. Comparado com a monstruosidade absoluta de um PC desktop, ele [o M1] usa menos de ⅒ da energia, enquanto fornece cerca de 65% do desempenho. E o pobre Intel MacBook Pro simplesmente não se compara.

A versão nativa do Dolphin Emulator para M1 ainda não está disponível para o público geral, tendo apenas uma versão para desenvolvedores.

Testes como esses definitivamente provam como a Apple tem trabalhado duro para melhorar ainda mais a experiência de seus produtos! Alguém aí ansioso para experimentar o emulador? 🤩

Publicidade
MacBook Air Mac mini iMac de 24″ MacBook Pro de 13″

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão de vendas concluídas por meio de links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

via The Mac Observer

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Opções de curtidas no Instagram

Instagram restaura opção de exibir número de curtidas em posts

Próximo Artigo
Painel com cotações de criptomoedas como Bitcoin

Apple busca expert em criptomoedas para lidar com "pagamentos alternativos"

Posts Relacionados