O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

AssistiveTouch do Apple Watch foi criado pro “Apple Glass”, diz analista

AssistiveTouch do Apple Watch

Há alguns dias, a Apple anunciou futuras melhorias em seus sistemas operacionais voltadas para pessoas com deficiências. Uma das grandes novidades será a chegada do AssistiveTouch ao Apple Watch.

Publicidade

Com ele, usuários poderão utilizar o dispositivo sem tocar na tela ou nos botões laterais — permitindo, por exemplo, usar o relógio com apenas uma mão. Isso causou grande empolgação entre aqueles com deficiência motora, com muitos outros impressionados com o simples avanço tecnológico em si.

Em uma publicação no Above Avalon, o analista Neil Cybart explicou acreditar que essa seja apenas a ponta do iceberg, afirmando que a Maçã provavelmente usará a tecnologia para controlar o famigerado “Apple Glass”.

Segundo ele, a companhia estaria “respondendo” às fases iniciais das pesquisas apresentadas por companhias como Facebook, Google e Microsoft, que têm investido pesado em dispositivos do mesmo nicho. A rede social de Mark Zuckerberg inclusive apresentou, há dois meses, pesquisas iniciais de um dispositivo semelhante a um smartwatch para controlar óculos de realidade aumentada.

Publicidade

Em vez de mostrar os bastidores de um projeto de P&D, a Apple revelou uma tecnologia pronta para usuários hoje. A tecnologia, que conta com uma combinação de sensores e tecnologias para transformar o Apple Watch em um leitor de gestos das mãos/dedos, foi projetada para aqueles que precisam de acessibilidade adicional.

Em uma parte de sua publicação, Cybart argumentou que a Apple tem uma vantagem tecnológica de quatro a cinco anos no setor de vestíveis e está mais uma década à frente, quando olhamos as evoluções a longo prazo.

Quando a Apple revelou o iPhone, em janeiro de 2007, Steve Jobs disse a famosa frase que o iPhone estava “literalmente cinco anos à frente de qualquer outro telefone celular”. Ele acertou em grande parte. A competição levou vários anos, e muitas cópias, para acompanhar o que a Apple acabara de revelar. Com os vestíveis, minha suspeita é que a Apple lidera mais de cinco anos.

De fato, a ideia de usar gestos para controlar um dispositivo como o “Apple Glass” não parece nada mau — afinal, não existem muitas opções (além dessa e de um possível controle por voz) para interagir com um aparelho de realidade aumentada que esteja posicionado no seu rosto.

Você pode ler toda a argumentação de Cybart nessa página. Alguém concorda com ele?

via 9to5Mac

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Apple e Samsung

Samsung e Apple querem capturar mercado da LG na Coreia do Sul

Próximo Artigo
WhatsApp

Golpes no WhatsApp podem render até 8 anos de prisão, diz nova lei

Posts Relacionados