O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

App Tracking Transparency

Mesmo com Transparência do Rastreamento, apps ainda coletam dados de usuários

A essa altura do campeonato, vocês já devem conhecer a App Tracking Transparency (ATT) — também chamado de Transparência do Rastreamento de Apps. O recurso foi lançado no iOS/iPadOS 14.5 e, na teoria, permite que usuários escolham se querem ou não compartilhar informações com aplicativos como Facebook e outros.

Publicidade

Mas em meio às diversas polêmicas — uma das maiores envolve a rede social de Mark Zuckerberg, é bom lembrar —, tudo leva a crer que a Apple está enfrentando uma grande pressão para endurecer ainda mais as regras de transparência de rastreamento de aplicativos.

De acordo com o Financial Times, descobriu-se recentemente que terceiros estão usando soluções alternativas para identificar usuários que não aprovam ser rastreados.

O consultor de estratégia de marketing Eric Seufert contou que muitos aplicativos têm explorado métodos alternativos para identificar usuários que não aprovam o rastreamento, implicando dizer que — basicamente — as medidas tomadas pela Maçã para coibir essa prática não surtiram muitos efeitos.

Publicidade

O FT relatou, ainda, que um fornecedor de apps disse a seus clientes que continuou coletando dados de mais 95% de seus usuários no iOS pelas informações de dispositivo e rede (como endereços de IP) para determinar as identidades dos usuários.

Essa técnica, conhecida como “impressão digital”, é proibida pela Apple, a qual insiste que os desenvolvedores “não podem derivar dados de um dispositivo com o propósito de identificá-lo exclusivamente”.

Algumas empresas de tecnologia de publicidade (adtechs), usadas ​​por milhares de desenvolvedores, acreditam que métodos mais “probabilísticos” de identificação do usuário (aqueles que os agrupam por comportamento) são permitidos pelo regulamento da Apple, já que dependem de dados temporários em vez de criar identificações únicas ou permanentes dos dispositivos.

Publicidade

Procurada, a Apple se posicionou com relação às soluções alternativas, mas não comentou se de fato há distinção entre o método “impressão digital” e os “probabilísticos”.

Acreditamos fortemente que os usuários devem ser solicitados antes de serem rastreados. Os aplicativos que desconsiderarem a escolha do usuário serão rejeitados.

Mesmo com todas as polêmicas das gigantes e dos métodos alternativos de rastreamento, a ATT parece ter caído no gosto dos usuários, já que uma pesquisa revelou que 88% dos usuários já bloquearam rastreamento no iOS 14.5 — no Brasil, contudo, o caso um pouco diferente.

Em semanas, vale lembrar, mais de 10.000 apps já haviam aderido à Transparência de Rastreamento, mas o caminho para aperfeiçoar esse recurso parece bem distante, haja vista que não é a primeira vez que falamos sobre métodos alternativos para coletar os dados dos usuários.

Publicidade

Esperamos que a Apple tome providências o quanto antes! 😉

via MacRumors

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Caixa do iPhone 12

Vendas de iPhones cresceram expressivamente no 1º trimestre de 2021

Próximo Artigo

WWDC21: iOS 15 tem FaceTime na web, Mapas em AR, resumo de notificações e mais!

Posts Relacionados