O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

WWDC21: Apple apresenta iCloud+, novos controles de privacidade e melhorias na Siri

A Apple também separou um tempo da keynote de abertura da WWDC21 para falar sobre novas opções de privacidade que chegarão com os novos sistemas operacionais, o iOS 15 e o iPadOS 15.

Publicidade

Dentre elas, temos boas notícias para o Mail. Nele, a Apple implementará o Mail Privacy Protection, recurso que esconde o endereço de IP, a localização e se/quando o usuário abriu o email em questão.

Safari, a Maçã esconderá o IP de trackers e mostrará em um relatório, o App Privacy Report, pelo qual o usuário poderá ver quais app (e com quem) suas informações estão sendo compartilhadas.

A Siri também ganhará melhorias, tais como o On Device Speech Recognition. No iOS/iPadOS 15, a assistente virtual será capaz de atender uma variedade de solicitações mesmo sem uma conexão com a internet. Usuários poderão configurar temporizadores ou trocar de aplicativos sem qualquer comunicação com um servidor, tornando a experiência mais rápida e responsiva.

A Apple também está lançando uma nova cláusula de privacidade por meio da qual o áudio gravado pelo Siri nunca sairá do dispositivo. Isso tornará a Siri mais privada e resultará em uma experiência de usuário mais suave e rápida.

No iCloud, a Apple implementará o Account Recovery. O recurso será muito útil caso o você esqueça a sua senha, já que você poderá designar pessoas da sua família (ou muito próximas) para recuperar sua conta — ainda assim, essas pessoas não terão acesso às suas informações. Teremos também o Digital Legacy, no qual familiares poderão solicitar acesso à conta de um usuário caso ele venha a falecer.

Ainda falando de iCloud, a Apple também anunciou que seu serviço na nuvem receberá melhorias e subirá de patamar com o chamado iCloud+. Dentre as novidades, teremos o Private Relay, recurso pelo qual usuários navegarão na web (pelo Safari) sem que as informações saiam de seus dispositivos (uma espécie de VPN1 da Apple) e o Hide My Email, pelo qual será possível usar endereços de email únicos e aleatórios a fim de esconder o seu verdadeiro (tudo gerenciado facilmente por um painel).

O iCloud+ também expandirá o suporte integrado para o HomeKit Secure Video, dando ao usuário a capacidade de usar um número ilimitado de câmeras no plano de 2TB, fornecendo armazenamento criptografado de ponta a ponta para imagens de vídeo de segurança domésticas que não contam na capacidade do plano.

Nos Estados Unidos, onde é comum entregadores largarem pacotes na porta de casa, o sistema alertará os usuários automaticamente quando detectar uma caixa.

Há ainda melhorias de segurança relacionadas ao compartilhamento de localização atual com apps, ao acesso a fotos da biblioteca, a copiar/colar do sistema e mais.

De acordo com a Apple, os preços dos planos do iCloud permanecerão os mesmos e todos serão migrados para o iCloud+ assim que ele for oficialmente lançado.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

WWDC21: iPadOS 15 terá Biblioteca de Apps, nova multitarefa, melhorias em anotações e mais!

Próximo Artigo

WWDC21: app Saúde terá compartilhamento familiar, "risco de queda" e mais

Posts Relacionados