O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Recurso Controle Universal no MacOS Monterey e iPadOS 15

Explicando o Controle Universal do iPadOS 15 e macOS Monterey

Tudo sobre o recurso que permitirá controlar o iPad a partir do Mac — sem nenhuma configuração especial para isso

Dentre todas as novidades apresentadas na WWDC21, uma das demonstrações que mais chamou a atenção foi a do Controle Universal (Universal Control).

Publicidade

O recurso do macOS Monterey 12 permitirá que você use o teclado e trackpad do seu Mac no iPad — tudo isso da forma mais intuitiva possível: bastará posicionar o tablet ao lado do computador e arrastar o cursor até que ele “invada” a interface do iPadOS. Pronto! E o mais legal é que, além do controle do iPad, você poderá até mesmo arrastar arquivos e elementos entre os dois dispositivos de forma completamente natural.

Obviamente, o recurso suscitou algumas perguntas: como ele funciona, quais dispositivos serão compatíveis e mais outras. Para a nossa sorte, o The Verge entrou em contato com a Apple para obter as respostas desejadas — e nós, claro, traremos tudo para cá.

Dispositivos compatíveis

Nem todos os Macs que receberão o macOS Monterey serão compatíveis com o recurso. As máquinas que poderão realizar o Controle Universal são as seguintes:

  • MacBook Pro (2016 e posteriores)
  • MacBook Air (2018 e posteriores)
  • MacBook (2016 e posteriores)
  • iMac (2017 e posteriores)
  • iMac 5K de 27 polegadas (final de 2015)
  • iMac Pro
  • Mac mini (2018 e posteriores)
  • Mac Pro (2019)

Do lado dos iPads, a lista de dispositivos compatíveis também não é exatamente igual à dos tablets que receberão o iPadOS 15. Os modelos que receberão o Controle Universal são os seguintes:

  • iPad Pro (todos os modelos e tamanhos)
  • iPad Air (3ª geração e posteriores)
  • iPad (6ª geração e posteriores)
  • iPad mini (5ª geração)

Como funcionará

Para ativar o Controle Universal, não é preciso ligar nenhuma configuração no Mac ou no iPad: basta que os dois dispositivos estejam conectados ao mesmo ID Apple e fisicamente próximos — ao menos próximos o suficiente para que os sinais Bluetooth de ambos possam se conectar, assim como nos recursos de Continuidade e Handoff.

A partir daí, alguém poderia se perguntar como os dispositivos sabem em que posição um está em relação ao outro. E adivinhem: eles não sabem! O sistema simplesmente “confia” que você arrastará o cursor para o lado correto e passará o controle para o iPad a partir daquele lado — o tablet exibirá uma barra indicando que o cursor quer “entrar” na interface, e basta arrastá-lo um pouco mais para ativar o controle do dispositivo.

Publicidade

Essa “barra de conexão”, por assim dizer, tem duas setas (para cima e para baixo) que você pode ajustar para alinhar o cursor entre o Mac e o iPad. Desta forma, você não terá um “salto” quando mover o cursor entre os dispositivos.

A conexão entre os dispositivos será do tipo Wi-Fi Direct, então não há necessidade de uma conexão de internet ativa para o recurso. Vale notar que, se por acaso você tiver múltiplos iPads à sua volta, o sistema entenderá que você quer se conectar àquele que controlou mais recentemente — você pode, entretanto, configurar um dispositivo preferido nas Preferências do Sistema.

Publicidade

Dará, como destacado na keynote, para conectar até três dispositivos entre si. Só será possível, entretanto, iniciar o Controle Universal no Mac — não, não dará para arrastar o cursor do Magic Trackpad no seu iPad Pro para o Mac.

Muito interessante, não?

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Legado Digital

Como funcionará o Legado Digital do iCloud

Próximo Artigo
iPhone rodando o Twitter

Twitter permitirá que usuários alterem configuração de tweet após publicado

Posts Relacionados