O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

iPhone sobre bandeira da Índia
Ritesh Ranjan Sett / Shutterstock.com

Produção de iPhones na Índia já gerou mais de 20 mil empregos

E os números poderão subir ainda mais após os efeitos da pandemia

Se você acompanhou o MacMagazine nos últimos meses, certamente ouviu falar sobre os esforços da Apple para ampliar a fabricação de seus produtos na Índia. O país, que anteriormente produzia apenas modelos mais baratos/antigos do iPhone, recentemente passou a produzir também unidades dos iPhones 12 e poderá também montar iPads num futuro próximo. Isso, claro, traz consequências positivas para os indianos.

Publicidade

De acordo com o DigiTimes, a fabricação de iPhones e outros produtos na Índia já gerou cerca de 20 mil empregos no país desde o ano passado. A maior parte das contratações veio das duas principais parceiras da Apple por lá: estima-se que a Foxconn e a Wistron tenham contratado, desde agosto de 2020, cerca de 7.500 profissionais cada uma. 

A Wistron, vale lembrar, viu-se numa baita polêmica no fim do ano passado, quando um grupo de funcionários iniciou um motim por pagamentos atrasados e condições ruins de trabalho. A situação, entretanto, já foi resolvida e as operações voltaram ao normal.

Outras montadoras, como a Sunwoda Electronic, a Foxlink e a Salcomp, contrataram cerca de 5 mil funcionários em conjunto — também motivadas pelo aumento da fabricação de produtos da Maçã no país do Sul da Ásia.

Publicidade

Segundo a matéria, a Apple tem hoje nove fornecedoras trabalhando em território indiano — três a mais que em 2018. E nos próximos meses, conforme o país vá se recuperando do terrível abalo que vem sofrendo com a pandemia do novo Coronavírus (COVID-19), a expectativa é que os números aumentem ainda mais — caso a Foxconn e a Wistron cumpram seus planos de negócios apresentados ao governo indiano, cada uma terá contratado mais 23 mil funcionários até março do ano que vem.

As contratações fazem parte de um plano de incentivos do governo do país, que tem concedido benefícios fiscais a empresas da área tecnológica e suas fornecedoras — a ideia da Índia é atrair empresas que tentam diminuir sua dependência da China, como é justamente o caso da Apple.

Pelo visto, até o momento a coisa tem funcionado bem.

via iMore

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Passaporte de vacinação/saúde

"Passaporte de vacina" da COVID-19 começa a ser testado na App Store

Próximo Artigo
Páginas de gravadoras no Apple Music

Apple Music agora conta com páginas dedicadas a gravadoras

Posts Relacionados