O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple detalha melhorias de acessibilidade do iOS 15 e watchOS 8

Muitas novidades para tornar o controle dos dispositivos da empresa ainda mais acessíveis
AssistiveTouch do Apple Watch

Uma das melhores novidades da WWDC21 foi apresentada, na realidade, algumas semanas antes da WWDC21: para quem não se lembra, a Apple anunciou uma série de melhorias de acessibilidade para o seu sistema e serviços, como atendimento de suporte com linguagens de sinais em alguns idiomas, AssistiveTouch no Apple Watch, suporte a rastreamento ocular no iPad e muito mais.

Publicidade

Pois recentemente, a empresa deu mais detalhes sobre algumas das novidades. Ao TechCrunch, a Apple falou especialmente sobre a chegada do AssistiveTouch ao watchOS, notando a forma como o relógio será capaz de detectar gestos, movimentos do pulso e da mão como formas de controle — uma novidade crucial para pessoas amputadas, sem membros superiores (ou parte deles) ou com controle limitado de tais membros.

De acordo com a Apple, o novo sistema de detecção de movimentos é totalmente baseado no acelerômetro e em técnicas de inteligência artificial — não há análise dos seus impulsos nervosos, nem nada do tipo. Será possível configurar ações como apertar seu dedo indicador contra o polegar, fechar a mão ou girar o pulso; cada um desses gestos poderá gerar uma resposta do sistema, seja em suas versões simples ou duplas.

Controle de Som no iOS 15

Já na parte do Controle de Som, disponível no iOS/iPadOS 15, você poderá literalmente comandar o seu dispositivo com a voz por meio de sons feitos com a boca — não apenas vocalizações completas, mas também estalos com a língua ou fonemas básicos. O sistema trará um assistente para lhe ajudar a praticar cada som, e você poderá configurar cada um deles para realizar uma ação, como selecionar um item, voltar, avançar, ir à tela inicial, abrir as notificações e muito mais.

Os joysticks de videogames também poderão ser usados para controlar seu dispositivo — uma novidade especialmente interessante para usuários do Xbox Adaptive Controller, o controle especial da Microsoft utilizado por pessoas com deficiências ao redor do mundo (não apenas para jogos, mas também como um dispositivo de controle geral de dispositivos eletrônicos).

Publicidade

Outra novidade interessante do ponto de vista da acessibilidade é o recurso de Estabilidade ao Andar (Walking Steadiness), que analisa os movimentos do iPhone (e outros dados da plataforma de Saúde) para avaliar a rapidez e a estabilidade da sua caminhada e, com isso, estabelecer um chamado “risco de queda” — isto é, se você tem ou não um risco maior de sofrer uma queda ao andar. Além de ser um excelente recurso para pessoas idosas ou com dificuldades motoras, ele também poderá ajudar bastante na recuperação de usuários com membros artificiais, recuperados de acidentes e/ou com dores crônicas.

Acessibilidade nos Memojis

Outras novidades de acessibilidade dos novos sistemas já estão bem exploradas, como o VoiceOver capaz de “ler” imagens e identificar seus elementos a usuários cegos ou com deficiências visuais — incluindo texto. Também teremos suporte a novos aparelhos auditivos, bem como a representação de aparelhos de acessibilidade, como implantes cocleares e tubos de oxigênio, nos Memojis — afinal de contas, a acessibilidade precisa ser também divertida.

As mudanças serão implementadas nos novos sistemas da Maçã, e algumas delas poderão depender de dispositivos ou chips mais recentes, como vimos nesse artigo. Ainda assim, excelentes novidades, não?

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Listas de lembretes inteligentes iOS 15

iOS 15: Lembretes ganhará listas inteligentes

Próximo Artigo
Joystick virtual iOS 15

Apple mostra API com nova interface para joysticks virtuais

Posts Relacionados