O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Homem segurando um iPhone
Kastaprav / Shutterstock.com

Apple facilitará apagar iPhones roubados, garante Procon-SP

Em reunião com o Procon-SP nesta semana, a Apple e o Google prometeram facilitar o processo para apagar os dados de iPhones e dispositivos Android remotamente. A medida se somará à criação de uma central de emergência para inibir as ações de quadrilhas “limpa-conta”, como divulgado pela Folha de S.Paulo.

Publicidade

De acordo com o diretor-executivo do Procon-SP, Fernando Capez, a reunião também contou com a participação de representantes do setor bancário e de telecomunicações, como Claro, TIM, Vivo e da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban).

Segundo a reportagem, há casos em que criminosos conseguiram invadir os dispositivos e limpar as contas bancárias das vítimas em menos de uma hora — antes mesmo de ser possível realizar o boletim de ocorrência, por exemplo.

Ainda de acordo com o Procon-SP, os telefones dessas centrais de emergência não terão, a princípio, três dígitos (como outros serviços de urgência). Ainda assim, eles serão “de fácil acesso para comunicação rápida”.

Publicidade

Quando disponível, isso permitirá que usuários vítimas de assalto/furto possam fazer o bloqueio dos seus dispositivos a partir dessa central, sem a necessidade de recorrer individualmente à polícia e/ou às operadoras.

As operadoras [de telefonia] darão os números de telefones pelos quais poderão ser bloqueados chips, IMEIs e toda linha telefônica, proibindo o fluxo de conversa e WhatsApp. Isso vai acabar com o furto e roubo de celular. Se as vítimas tomarem essas providências nos primeiros cinco minutos após o furto, os celulares perderão completamente o valor.

De acordo com a Folha, a Apple ainda não comentou as medidas anunciadas pelo Procon-SP. Já os representantes de bancos e das empresas citadas se comprometeram a realizar campanhas de conscientização informando sobre os riscos do extravio de smartphones.

Vale notar que não é tão simples desbloquear um iPhone protegido com senha sem a autenticação biométrica ou o código de acesso de um usuários — pelo menos não tão simples quanto um dispositivo Android. Além disso, existe um recurso do iOS chamado Apagar Dados (Ajustes » Face ID/Touch ID e Código » Apagar Dados), capaz de remover todas as informações do iPhone ao digitar a senha incorretamente múltiplas vezes.

via Manual do Usuário

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Vídeo: MM Entrevista com Thássius Veloso

Próximo Artigo
Zoom e pronomes de gênero

Zoom ganha novos filtros e suporte a pronomes de gênero

Posts Relacionados