O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

5 recursos que o Windows 11 poderia “emprestar” ao macOS

Windows 11

Acreditem ou não, foi em 2015 que a Microsoft lançou o Windows 10, atual versão do sistema operacional desktop mais usado no mundo. Até o fim deste ano, porém, usuários — com PCs compatíveis — poderão atualizar seu sistema para o mais novo lançamento da empresa, o Windows 11 — que, como vocês já viram, está levemente parecido com o macOS.

Publicidade

Fato é que, durante esses anos, a companhia mexeu bastante na aparência e no funcionamento do SO, mas é difícil olhar para ele agora e não lembrar da interface moderna implementada no macOS há alguns anos: os cantos arredondados, a sutil transparência e uma fluidez que casaria perfeitamente em um MacBook.

Discussões de cópias à parte e, apesar de seus elementos familiares, sabemos que o Windows 11 trará muitos recursos que usuários de Macs não têm: novas maneiras de digitar e falar, um novo patamar para jogos e uma Microsoft Store renovada com uma nova política de compartilhamento de receita, que permite aos desenvolvedores ficarem com 100% do que vendem.

Claro que não veremos nada disso no macOS tão cedo, contudo, há alguns recursos que funcionariam muito bem em nossos dispositivos. Eis alguns, abaixo.

Melhorias na multitarefa

Já faz alguns anos que a Apple introduziu a multitarefa no Mac e no iPad, mas o tempo passou e parece que o macOS definhou nesse quesito. Claro, ainda conseguimos visualizar duas, três quatro, dez janelas ao mesmo tempo. Mas lado a lado? Usando o Split View? Apenas duas.

Pensando no potencial do Mac, chega a ser cômico a irrisória quantidade de janelas que podemos trabalhar usando esse recurso — principalmente se você utilizar o Mac com um monitor externo grande.

Publicidade

O Windows 11, então, sairá na frente nesse quesito e permitirá ao usuário escolher qual a melhor forma que as janelas devem aparecer. A Apple poderia permitir mais opções de tela baseada em quantos aplicativos as pessoas precisam de uma vez, bem como um terceiro ou quarto aplicativo aberto.

Além disso, a empresa poderia facilitar aquela olhada rápida no Slack da empresa enquanto trabalhamos em alguma outra coisa e fazemos uma pequena atividade num bloco de notas, por exemplo.

Publicidade

O Windows 11 pode até lembrar os agrupamentos de janelas que você usou, por meio do Snap Groups. Dessa forma, se você gosta de um determinado layout de tela, pode minimizar o agrupamento de janelas e trazê-lo de volta para retomar o trabalho rapidamente.

Melhorias no suporte a monitores externos

Outra situação cômica — para não falar nervosa — é quando o macOS move as janelas (aparentemente, por conta própria) quando você conecta um MacBook a um monitor externo e depois o desconecta novamente.

Ao realizar isso, as janelas que estavam na tela externa reaparecem no seu MacBook. Onde? Ninguém sabe exatamente, mas elas aparecerão maiores do que você gostaria e, se você realmente não estiver com muita sorte, não vai encontrá-las até que reconecte o monitor.

Publicidade

Com o Windows 11, a Microsoft promete corrigir esse problema para usuários de PCs. Quando você desconectar seu notebook de um monitor, todas as janelas abertas serão automaticamente minimizadas, facilitando suas localizações. Basta conectar novamente e as janelas reaparecerão onde estavam. Simples, assim!

Lista de abas na vertical

Durante a WWDC21, a Apple apresentou o novo design do Safari e, com ele, anunciou os Grupos de Abas (Tab Groups), recurso que será lançado junto aos novos sistemas operacionais ainda neste ano.

O Windows 11 traz um recurso muito bacana para o Edge, que torna ainda mais fácil ver e organizar suas abas. Em vez de organizá-las em uma linha horizontal numa barra superior, usuários também poderão pode visualizá-las em uma lista vertical, clicando em um ícone no canto superior esquerdo.

Rapidamente, as abas abertas poderão ser vistas, tal como se fossem favoritos na barra lateral do Safari, facilitando a localização de páginas individuais em um mar de tantas outras abertas. Vale notar que o novo Safari mostrará grupos de abas na barra lateral, mas não as abas individuais.

Diferentes áreas de trabalho para diferentes horas do dia

Pensando em um equilíbrio entre vida pessoal e profissional, o Windows 11 permitirá que usuários personalizem diferentes áreas de trabalho para as diferentes formas de usar o PC. Se esse recurso chegasse ao macOS, por exemplo, poderíamos personalizar o Dock e o Launchpad com nossos apps para cada atividade, bem como papéis de parede, temas, cores e mais.

Vale notar que algo “parecido” está chegando ao iOS/iPadOS/macOS com o recurso Foco, algo que falamos em um vídeo no nosso canal no YouTube:

Ainda assim, a solução da Microsoft seria um belo complemento ao Foco.

Melhoria na sugestão de apps e documentos

O menu Iniciar é um clássico do Windows, pelo qual a Microsoft sempre busca inovar — ainda que isso nem sempre dê certo (estou falando com você, Live Tiles, que foram deixadas de lado na nova atualização). Contudo, o Windows 11 traz algo muito interessante: uma seção para documentos recomendados.

Sim, o macOS até já faz algo parecido, mas convenhamos que não é tão inteligente quanto a solução da concorrente. Com o Finder, nós temos uma lista de arquivos recentes na seção de favoritos e até uma forma oculta no ícone da Apple (na barra de menus, em “Itens Recentes”). Mas essa é uma maneira muito básica de mostrar os arquivos que você pode querer acesso — e, definitivamente, não aproveita a inteligência de máquina que a Maçã já oferece em outros recursos.

A Siri pode ter lá seus problemas como uma assistente de voz, mas as sugestões de aplicativos e recomendações de widgets no iPhone e iPad são fantásticas. Se a companhia se esforçasse para encontrar uma maneira de usar essas informações para sugestão de páginas e/ou arquivos em certos períodos do dia — sempre preservando a privacidade —, teria um recurso matador em suas mãos!


Quais outros recursos do Windows 11 você gostaria de ver no macOS? 💻

via iMore, Macworld, Tom’s Guide

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Protótipo de Apple Watch Series 3 com Smart Connector

Pulseiras inteligentes? Apple testou Watch com Smart Connector

Próximo Artigo
Axon Body 2

Contra leaks, funcionários da Apple estariam usando câmeras [atualizado: ou não]

Posts Relacionados