O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Trocando a bateria do AirTag

Crianças devem ficar longe de AirTags, adverte órgão australiano

Segundo a ACCC, os pequenos correm risco de asfixia

Em maio passado, algumas varejistas australianas retiraram os AirTags de suas prateleiras pouco depois do lançamento. Segundo as empresas, elas estavam preocupadas que o produto representasse uma ameaça a crianças devido ao tamanho e o “fácil” acesso à bateria.

Publicidade

Pois, hoje, a Comissão Australiana de Concorrência e Consumidores (Australian Competition and Consumer Commission, ou ACCC) lançou oficialmente um aviso sobre os rastreadores da Maçã. Nele, o órgão pede que os pais mantenham os ‌AirTags‌ longe do alcance das crianças por “questões de segurança” em razão da “acessibilidade e segurança da bateria”.

Como já mencionamos, o AirTag possui uma bateria de relógio tradicional, que pode ser substituída pressionando o acessório para baixo e girando a placa traseira. A ACCC concluiu que esse mecanismo pode ser facilmente aberto, permitindo que crianças venham a engolir a bateria CR2032.

O órgão de vigilância, no entanto, alega que suas preocupações vão além do simples design da placa traseira e incluem, também, uma possível confusão se ela está fechada com segurança ou não. De acordo com o comunicado, mesmo se um usuário não reinserir corretamente a peça, o AirTag ainda emite sons, “sugerindo que a tampa está segura quando pode não estar”.

Publicidade

Isso, claro, sem contar com a falta de um aviso na embalagem sobre o risco que o AirTag pode representar para crianças.

Em declarações anteriores, a Apple defendeu o design do ‌AirTag e afirmou que o rastreador está em total conformidade com os regulamentos locais e internacionais. A Maçã também disse que planeja abordar diretamente as preocupações sobre a falta de um aviso na caixa do AirTag; no entanto, ainda não deu detalhes sobre quando essa nova embalagem começará a ser despachada.


AirTag (miniatura)
AirTag de Apple Preço à vista: a partir de R$332,10
Preço parcelado: em até 12x de R$30,75
Característica: rastreador (Bluetooth e UWB)
Pacotes: uma ou quatro unidades
Lançamento: abril de 2021

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão por cada venda concluída por meio dos links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

via MacRumors

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Trabalhadores numa fábrica

Produção dos "iPhones 13" começa dentro do prazo

Próximo Artigo
Nubank

Eis os diferenciais do cartão Ultravioleta, do Nubank [atualizado]

Posts Relacionados