O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple Watch ajuda brasileira a diagnosticar taquicardia

Desde que foi lançado, o Apple Watch já ajudou milhares de pessoas em diversas ocasiões e de várias maneiras no mundo inteiro. Em março passado, por exemplo, um homem detectou sete coágulos sanguíneos por causa do seu relógio; já em junho passado, o recurso de detecção de quedas ajudou um homem de 78 anos.

Publicidade

Desta vez, o vestível ajudou uma brasileira: Camila Corsini contou ao Tilt que, em junho do ano passado, depois de um tio de 50 anos ter um infarto, ela — que, apesar do sobrepeso, tinha 23 anos, não fumava, bebia pouco e raramente comia frituras — decidiu comprar um smartwatch a fim de ter uma vida mais saudável.

Camila Corsini

Na verdade, Camila já usava uma smartband da Xiaomi, mas queria algo mais sofisticado e adquiriu o Apple Watch Series 3.

No primeiro dia de uso, então, saiu para uma caminhada longa e que exigia um esforço maior do que estava acostumada — se tratava de um trajeto de 1,6km predominado por descidas. Após 15 minutos, o Watch enviou uma notificação avisando que seu coração estava a 210 batidas por minuto.

Publicidade

Camila afirmou que não fazia ideia do que isso significava (nem qual seria o grau satisfatório de batidas por minuto), mas sabia que eles estavam acima do normal. Em caminhadas curtas e sem muito esforço, ela escreveu que a frequência chegava a 130bpm; em repouso, nunca ficava abaixo dos 100bpm.

Usei o “Dr. Google” para tentar descobrir o que era frequência média padrão de bpm. Os primeiros resultados me mandaram procurar um médico urgentemente: para uma pessoa da minha idade e do sexo feminino, estava muito acima do patamar que já é considerado muito alto.

Foi quando ela marcou uma consulta com o cardiologista “para ter a certeza de que não tinha entrado em paranoia à toa”, afirmou. Após constatar que, de fato, sua frequência cardíaca era mais alta que o normal, diversas hipóteses foram levantadas e descartadas até o diagnóstico final: taquicardia.

Entendi que, em curto prazo, isso não me traria problemas. Mas que, se eu não descobrisse agora, isso poderia agravar e trazer maiores problemas no futuro, segundo o meu médico. A orientação não foi incluir remédio, apenas mudança de hábitos.

A partir de então, Camila começou a ser acompanhada por uma nutricionista — além da endocrinologista — e incluiu mais exercícios físicos na sua rotina. “Tentei não ignorar o controle dos batimentos pelo relógio e ficar de olho nos sintomas físicos”, disse ela.

De acordo com o meu médico, ao menor sinal de falta de ar ou daquela sensação de o coração “sair pela boca”, era para eu pegar mais leve e procurá-lo novamente. Aos poucos, notei que essas pequenas mudanças me fizeram muito mais ativa e tolerante ao esforço físico.

Apple Watch ajuda em mais um diagnóstico

Diane Feenstra, moradora do estado americano de Michigan, contou que o Apple Watch foi responsável por salvar sua vida, como informou o AppleInsider.

Em abril passado, ela foi notificada que sua frequência cardíaca estava em 169bpm, apesar de ter subido apenas 12 degraus, e só então ela percebeu que algo estava errado.

Publicidade

Tendo ignorado anteriormente uma dor em seu ombro e mão esquerda, bem como uma dor no peito, a mulher marcou uma consulta com um médico e foi encaminhada para um pronto-socorro, até que a gravidade da situação foi esclarecida: a alta frequência tinha sido causada por um ataque cardíaco.

Depois de dias de análises, descobriu-se que Feenstra teve um ataque conhecido como Widowmaker, que ocorre quando 100% da artéria descendente anterior esquerda (LAD) está bloqueada. Um procedimento de stent foi feito e hoje ela está bem. 🙏🏼

Publicidade

É sempre bom ver casos práticos nos quais a tecnologia salva vidas, não?! Esperamos que, cada vez mais, os vestíveis continuem ajudando usuários! 🤞🏼


Apple Watch Series 6
Apple Watch Series 6 de Apple Preço à vista: a partir de R$4.769,10
Preço parcelado: em até 12x de R$441,58
Tamanhos: 40mm ou 44mm
Materiais: alumínio, aço inoxidável ou titânio
Características: GPS ou GPS + Cellular
Cores: diversas
Lançamento: setembro de 2020

Apple Watch SE
Apple Watch SE de Apple Preço à vista: a partir de R$3.419,10
Preço parcelado: em até 12x de R$316,58
Tamanhos: 40mm ou 44mm
Materiais: alumínio
Características: GPS ou GPS + Cellular
Cores: diversas
Lançamento: setembro de 2020

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão por cada venda concluída por meio dos links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Facebook no iPhone

Seguindo o Twitter, Facebook está testando "threads"

Próximo Artigo
Brickit

Não sabe o que construir com seus LEGOs? Esse app para iPhone pode ajudar

Posts Relacionados