O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

ECG no Apple Watch

COVID-19: Apple Watch e outros podem detectar efeitos colaterais da doença

Desde o início da pandemia do novo Coronavírus (COVID-19), muito estudos se dedicaram a entender se dispositivos vestíveis (wearables) poderiam detectar os primeiros sinais e sintomas da doença — o que, meses mais tarde, se mostrou bastante positivo.

Publicidade

Hoje, um artigo publicado na revista científica JAMA Network Open destaca que, além das descobertas já feitas, gadgets como o Apple Watch e a alguns modelos de Fitbits também podem fornecer dados sobre os efeitos de longo prazo da COVID-19.

Tal como apontou o The New York Times, dados obtidos por meio desses aparelhos deixaram claro que, de fato, há mudanças fisiológicas e comportamentais que podem durar semanas ou meses após o diagnóstico da enfermidade. Segundo a pesquisa, alguns sintomas perduraram por mais tempo em pessoas com COVID-19 do que em pessoas com outras doenças respiratórias.

Além de validar as evidências de que os vestíveis podem, sim, ajudar a acompanhar a evolução e a recuperação da doença, o estudo também forneceu dados sobre alguns efeitos persistentes — como chamamos as sequelas da doença —, que no estudo foi chamada de “COVID longa” (em inglês, “long COVID”).

Publicidade

De acordo com o documento, os efeitos colaterais comuns de longo prazo incluem um aumento significativo na frequência cardíaca. Em média, ela demorou 79 dias para retornar ao normal em pessoas que tiveram COVID-19, enquanto que pacientes com outras doenças respiratórias levaram apenas 4 dias para retornar à média.

Os resultados são do estudo Engajamento Digital e Rastreamento para Controle e Tratamento Precoce (Digital Engagement and Tracking for Early Control and Treatment, ou DETECT), realizado por pesquisadores do Scripps Research Translational Institute da cidade de La Jolla (Califórnia).

A pesquisa foi promovida pelo app MyDataHelps e avaliou mais de 37.000 participantes entre 25 de março de 2020 e 24 de janeiro de 2021. Os participantes baixaram o aplicativo e concordaram em compartilhar os dados do dispositivo vestível e usá-lo para relatar sintomas e resultados de testes da COVID-19.

Publicidade

É ótimo saber que nossos gadgets têm ajudado cada vez mais no diagnóstico e no mapeamento de doenças, não acham?


Ícone do app MyDataHelps
MyDataHelps de CareEvolution
Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 2021.12 (97.1 MB)
Requer o iOS 12.0 ou superior
🇺🇸 Indisponível na App Store brasileira!
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Apple Watch Series 6
Apple Watch Series 6 de Apple Preço à vista: a partir de R$4.769,10
Preço parcelado: em até 12x de R$441,58
Tamanhos: 40mm ou 44mm
Materiais: alumínio, aço inoxidável ou titânio
Características: GPS ou GPS + Cellular
Cores: diversas
Lançamento: setembro de 2020

Apple Watch SE
Apple Watch SE de Apple Preço à vista: a partir de R$3.419,10
Preço parcelado: em até 12x de R$316,58
Tamanhos: 40mm ou 44mm
Material: alumínio
Características: GPS ou GPS + Cellular
Cores: prateada, dourada ou cinza-espacial
Lançamento: setembro de 2020

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão por cada venda concluída por meio dos links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

via 9to5Mac

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
"The Velvet Underground"

Apple TV+: documentário "The Velvet Underground" ganha data de estreia e teaser

Próximo Artigo
iPad Air

Analista aposta em iPad com OLED em 2023 e no fim da Touch Bar

Posts Relacionados