O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Milhares de AirPods falsificados são apreendidos nos EUA; valor supera US$1,3 milhão

O mercado de fones falsificados está crescendo em ritmos assustadores nos EUA

Todos sabemos que a questão dos produtos falsificados é acompanhada de perto pela Apple — a empresa tem, inclusive, uma equipe de especialistas dedicada exclusivamente a encontrar e derrubar dispositivos falsos vendidos na internet e em lojas físicas, como contamos numa matéria há alguns meses.

Publicidade

Um segmento em particular, entretanto, parece estar precisando de uma atenção extra da Maçã: o de fones de ouvido.

De acordo com a FOX 2 Detroit, a Alfândega dos Estados Unidos apreendeu recentemente uma carga com milhares de unidades de AirPods e AirPods Pro falsificados, com um valor estimado em US$1,3 milhão — no total, as caixas continuam 5.000 AirPods e 1.372 AirPods Pro.

AirPods falsificados

O problema, entretanto, vai além. Uma reportagem recente do The Information revelou que a circulação de fones TWS (true wireless stereo, sigla dada aos fones “totalmente sem fio” como os AirPods) nos EUA cresceu assustadoramente ao longo do último ano. Entre outubro do ano passado e este mês de julho, cerca de 360 mil pares de fones falsificados foram confiscados pela alfândega americana, com valor de mercado combinado na casa dos US$62,2 milhões.

Para se ter uma ideia de como o fenômeno está crescendo, em todo o ano de 2020 a Alfândega dos EUA confiscou cerca de 295.000 produtos do tipo, com valor estimado em US$61,7 milhões. Em 2019, o valor estimado foi de apenas US$3,3 milhões.

Publicidade

Embora as autoridades não detalhem os tipos de produtos nem as marcas mais visadas pelos falsificadores, acredita-se que os AirPods e AirPods Pro estejam entre os fones falsificados mais populares. Os produtos da Maçã, afinal de contas, ainda dominam o mercado com folga — e, por serem produtos caros e com um certo grau de status, favorecem ainda mais o mercado de falsificações.

As perdas para Cupertino com esse tipo de prática, portanto, são catastróficas. Fazendo um cálculo hipotético, se todos os 360 mil pares de fones falsificados confiscados nos últimos nove meses fossem vendidos (e, com isso, fizessem com que a Apple perdesse todas essas vendas), a empresa deixaria de ganhar cerca de US$3,2 bilhões. E olha que estamos falando aqui apenas dos dispositivos confiscados — que são, certamente, apenas uma fração do mercado dos produtos falsos.

Publicidade

Mas e quanto à qualidade desses fones falsos? Bom, é impossível falar sobre todo o universo de clones dos fones da Maçã, mas para um exemplo específico, basta assistir a esse vídeo que fizemos no ano passado. Alguém arriscaria? 😜

via AppleInsider

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Angry Birds Reloaded

Apple Arcade ganha novos clássicos, incluindo Angry Birds e Alto's Odyssey

Próximo Artigo
Twitter

Legendas automáticas para tweets de voz chegam ao iOS e à web

Posts Relacionados