O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Prisão

Jovem é preso por golpe no Twitter envolvendo Apple, famosos e Bitcoin

Vocês se lembram, no ano passado, quando as contas de Twitter de diversas empresas, políticos e celebridades foram invadidas em um ataque em massa com o intuito de conseguir Bitcoins? Pois é, parece que mais um dos envolvidos com o crime foi preso nesta semana — o jovem Joseph O’Connor, de 22 anos, foi acusado de invadir mais de 130 contas em diversas redes sociais.

Publicidade

Para quem não está familiarizado com o acontecimento, em julho do ano passado, contas do Twitter de pessoas importantes como Bill Gates, Elon Musk, Jeff Bezos, Barack Obama, Warren BuffettJoe Biden, Kim Kardashian e Kanye West, além de empresas como Apple, Uber e CoinDesk, sofreram uma invasão coordenada na qual os crackers pediram aos seus seguidores para que os enviassem Bitcoins para uma determinada carteira — com a promessa de receber o dobro.

Pois é, o golpe deu certo e muitos usuários da rede enviaram as suas poupanças em criptomoedas aos malfeitores, que arrecadaram mais de US$100 mil em Bitcoins. Logo após, o Twitter tomou as rédeas da situação e impediu que eles continuassem a ação. Em março passado, alguns dos criminosos envolvidos já foram presos.

O’Connor — que usava a alcunha “PlugWalkJoe”, online — foi detido em Estepona (Espanha) a pedido das autoridades americanas, devido ao seu envolvimento no ataque e em outras acusações de cibercrimes. No total, o britânico enfrenta dez acusações, incluindo cyberstalking a uma vítima juvenil e por invasões de computador em contas de usuários do TikTok e do Snapchat.

Após o incidente, o Twitter declarou: “Temos plena consciência de nossas responsabilidades para com as pessoas que usam nosso serviço e para com a sociedade em geral. […] Estamos envergonhados, desapontados e, mais do que tudo, sentimos muito.”

A investigação está sendo conduzida pelo FBI, com assistência da Unidade de Investigação Criminal do Serviço de Receita Federal (IRS), do Serviço Secreto dos EUA e do Gabinete do Xerife do Condado de Santa Clara. A Agência Nacional do Crime do Reino Unido e a Polícia Nacional Espanhola prestaram assistência na investigação e na prisão de O’Connor.

via Newsweek

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Twitter testando botão de dislike

Twitter está testando botão para negativar postagens

Próximo Artigo
iPhone Xr preto de frente de trás

Oferta: iPhone XR de 128GB por R$3.699 em 10x!

Posts Relacionados