O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple é acusada de promover apps duvidosos na App Store

Desde ontem, centenas de usuários e desenvolvedores australianos têm expressado indignação com a Apple após a empresa promover uma série de aplicativos duvidosos na App Store.

Publicidade

O destaque, evidenciado por Beau Nouvelle no Twitter, se chama “Slime relaxations” (“Relaxamentos com slime”, em tradução livre) e, além de exibir apps que não servem para absolutamente nada, cobram valores absurdos por suas assinaturas.

A Apple está promovendo esses aplicativos de slime novamente.
Alguns deles têm assinaturas semanais de mais de AU$10.
Um deles nem faz nada.

Um desses aplicativos, intitulado Jelly: Slime Simulator, ASMR, cobra um valor semanal de AU$13 para que seja usado, totalizando AU$676/ano — na App Store brasileira, a taxa semanal desse mesmo aplicativo é de R$33/semana (aproximadamente R$1.720/ano).

Em tese, com base nas Diretrizes de Revisão da App Store, “aplicativos caros que tentam enganar os usuários com preços irracionalmente altos” deveriam ser rejeitados, mas parece que isso não está acontecendo na prática.

Publicidade

Justamente por isso, diversos desenvolvedores têm demonstrado indignação no Twitter, como é o caso de Simeon Saëns (da Two Lives Left), que repreendeu detalhadamente em uma thread o aplicativo em questão. Ele afirma que, como desenvolvedor, o problema é enfurecedor porque ele não quer enganar as pessoas, nem receber dinheiro dos usuários acidentalmente.

Isso é enfurecedor. Como a Apple está *promovendo* essas fraudes?

Em entrevista ao iMore, Nouvelle disse que aplicativos como esse são como um soco na cara dos desenvolvedores sérios, que trabalham duro para fazer com que seus aplicativos sejam notados.

Isso transforma a App Store em uma piada, mas, para muitos de nós, é nosso sustento. O destaque constante de coisas como essas é apenas uma prova de que as afirmações da Apple sobre as revisões da App Store para controlar a qualidade e segurança são apenas mentiras.

De fato, é difícil defender o que foi alegado durante o julgamento do caso contra a Epic Games quando há aplicativos cobrando absurdos R$33 por semana, e que estão evidentemente transgredindo as diretrizes de desenvolvedores. Contudo, mais surpreendente ainda, é vê-los ganhando grande destaque pela própria Apple.

Até o momento, a empresa não se pronunciou sobre o caso.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Vídeo do Porta dos Fundos

Apple Watch revela traição em novo vídeo do Porta dos Fundos

Próximo Artigo
iTunes Match

Usuários do iTunes Match alegam problemas no serviço

Posts Relacionados