O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Criança usando iPhone
KOKTARO / Shutterstock.com

Apple reafirma importância dos recursos contra abuso infantil

Após um certo “adiantamento” sobre o assunto, a Apple revelou ontem os novos recursos de segurança infantil que serão incorporados já nas próximas versões dos seus sistemas (iOS/iPadOS 15, macOS Monterey 12 e watchOS 8). O objetivo, segundo a empresa, é proteger crianças e pré-adolescentes contra abuso infantil a partir de avançadas tecnologias.

Publicidade

Porém, para alcançar esse propósito, será preciso implementar algumas funções consideradas “intrusivas” e que supostamente reduzirão a privacidade dos usuários — pelo menos, é o que alguns críticos dizem.

A desaprovação se deve, principalmente, porque a Apple “escaneará” imagens dos dispositivos para detectar conteúdos de pornografia infantil a partir do cruzamento de dados das imagens (hashes) com informações providas pelo Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas dos EUA (NCMEC) e outras instituições.

Hoje, o 9to5Mac teve acesso a um memorando interno distribuído pelo vice-presidente de software da Maçã, Sebastien Marineau-Mes. Nele, o executivo reafirma a importância dos recursos e alega que, de fato, há alguns mal-entendidos sobre eles, mas que a companhia ainda planeja entrar em mais detalhes em um futuro próximo.

Publicidade

Manter as crianças seguras é uma missão importante. No verdadeiro estilo Apple, buscar esse objetivo exigiu um profundo comprometimento multifuncional, abrangendo engenharia, AG, IH, jurídico, marketing de produtos e RP. O que anunciamos hoje é o produto dessa colaboração incrível, que oferece ferramentas para proteger as crianças, mas também mantém o profundo compromisso da Apple com a privacidade dos usuários.

Vimos muitas respostas positivas hoje. Sabemos que algumas pessoas têm mal-entendidos e muitas estão preocupadas com as implicações, mas continuaremos a explicar e a detalhar os recursos para que as pessoas entendam o que construímos.

O memorando também conta com uma carta da diretora executiva de parcerias estratégicas do NCMEC, Marita Rodriguez. Em tom esperançoso, ela agradece à equipe por ajudar milhares de crianças que todos os dias são vítimas de exploração sexual. Segundo Rodriguez, esses menores “serão resgatados e terão uma chance de cura e da infância que merecem”.

Como sabemos, as novidades chegarão primeiro aos Estados Unidos, ainda neste ano, e deverão ser expandidas para outros países muito em breve. Portanto, aguardemos mais novidades, críticas ou até outros desdobramentos sobre o assunto.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Coinbase no iPad

Coinbase agora permite comprar criptomoedas com Apple Pay

Próximo Artigo
NordVPN no iPhone

★ Como acessar o catálogo americano da Netflix com uma VPN

Posts Relacionados