O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Firefox

Firefox perdeu 50 milhões de usuários; veja os possíveis motivos

Por mais que o Firefox ainda seja um dos grandes competidores, nos últimos anos ele vem perdendo bastante espaço no mercado de navegadores. E, recentemente, uma thread do Reddit colocou essa questão em pauta.

Publicidade

Segundo dados do próprio Firefox, o navegador perdeu quase 50 milhões de usuários nos últimos três anos, passando de 244 milhões (fim de 2018) para 198 milhões (segundo trimestre do 2021).

Base de usuários do Firefox

E isso é preocupante por alguns motivos. Para início de conversa, o Firefox é o único grande navegador, ao lado do Safari, a não ser baseado no Chromium (utilizado pelos browsers Chrome, Brave, Edge, OperaVivaldi e outros). E, como bem sabemos, o monopólio nunca é o melhor dos cenários. Além disso, o navegador é a escolha de muitos que levam em consideração a privacidade — e por usuários do Linux.

Quais são os motivos para esse declínio? Bom, sejamos práticos:

  • O Google Chrome é o navegador padrão em smartphones Android, enquanto o Microsoft Edge é o padrão do Windows.
  • O Google (maior motor de pesquisa do mundo) recomenda frequentemente aos seus usuários que instalem o Chrome.
  • O Firefox usa o Google como motor de pesquisa padrão, e continuará a usá-lo até pelo menos 2023.
  • Alguns sites apresentam recursos que só funcionam em navegadores baseados no Chromium.
  • A falta de melhorias significativas na performance do Firefox, nos últimos anos.
  • As constantes e drásticas mudanças visuais implementadas no Firefox, que muitas vezes deixam usuários descontentes.

Então, caso esse declínio continue a ocorrer, aqueles que não usam o Safari (disponível apenas em Macs, iPhones e iPads) e ainda não migraram para navegadores baseados no Chromium, serão obrigados a fazer exatamente isso.

Vale lembrar que a Mozilla lançou o Firefox em 2002 com a proposta de ser um navegador mais amigável, com foco em privacidade e segurança. Em 2008, o Firefox dominava 30% do trafego online, enquanto 60% utilizavam o fadado Internet Explorer.

Publicidade

Em 2008, o Chrome ainda estava dando seus primeiros passos, mas hoje, o navegador já domina 65% do mercado, seguido pelo Safari com cerca de 20%; o Firefox e o Edge correspondem por cerca de 3% cada, segundo dados da StatCounter.

Base de usuários de navegadores

Para se manter competitivo, é preciso que o Firefox apresente boas melhorias nos próximos anos. Caso contrário, pode ser que ele continue nesse momento descendente.

via It’s FOSS News

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Briana Middleton

Apple TV+: Briana Middleton entra para o elenco de "Sharper"

Próximo Artigo
Conceito de MacBook Pro

Apple teria iniciado produção dos novos MacBooks Pro (14" e 16")

Posts Relacionados