O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Filme “CODA” estreia no Apple TV+, mas… não no Brasil

Por aqui, o filme terá um lançamento cinematográfico tradicional no dia 23 de setembro
"CODA", do Apple TV+

Este aqui seria um dos nossos tradicionais posts de “Estreias do dia no Apple TV+”, mas algo não muito usual ocorreu com o lançamento de “CODA” — traduzido no Brasil para “No Ritmo do Coração”. O filme simplesmente não estreou no Apple TV+ brasileiro, nem de nenhum outro lugar na América Latina.

Publicidade

Já havia suspeitas de que a distribuição do filme não seria global desde que a Diamond Films, responsável por exibir a produção por aqui, anunciou no Twitter que ele estrearia no dia 23 de setembro exclusivamente nos cinemas. Pois hoje, o crítico de cinema Waldemar Dalenogare esclareceu a situação:

Ou seja, pelo visto, “CODA” não irá mesmo estrear por aqui — a não ser que a Apple compre os direitos do filme após a janela de lançamento cinematográfico, que geralmente dura três meses. O fato é que a situação é bem incomum, já que os originais do Apple TV+ costumam estrear simultaneamente ao redor do planeta.

Como assistir ao filme agora no Brasil?

Caso você queira muito ver “CODA” imediatamente, o jeito é criar um ID Apple configurado para um país no qual o filme foi lançado (Estados Unidos, por exemplo) e, logado nesta conta, ativar os sete dias grátis do Apple TV+ — não esqueça que você terá de ter um cartão de crédito internacional e precisará cancelar a assinatura antes da primeira cobrança, afinal ninguém quer pagar pelo Apple TV+ em dólares.

Mesmo no Apple TV+ americano, o filme oferece opções de áudio e legendas em português do Brasil, vale notar. ¯\_(ツ)_/¯

O filme

Falando sobre “CODA” em si, vocês provavelmente já conhecem a história, adaptada do filme francês “A Família Bélier”. A trama gira em torno de Ruby (Emilia Jones), uma jovem CODA (child of deaf adults, ou filha de pais surdos) que nasceu com audição e sente-se responsável por atuar como intérprete dos seus pais e trabalhar no barco de pesca da família.

Eventualmente, Ruby entra no clube de coral da sua escola e descobre sua grande paixão: o canto. Ela se sente atraída por seu parceiro de dueto Miles (Ferdia Walsh-Peelo) e precisa lidar com todas as dores do crescimento — ao mesmo tempo em que precisa escolher se parte para uma escola de música de prestígio ou se permanece ajudando seus pais.

Publicidade

Relembrem, abaixo, o trailer do filme:

Além de Jones e Walsh-Peelo, o filme tem no elenco a vencedora do Oscar Marlee Matlin (“Filhos do Silêncio”) e os atores Eugenio Derbez (“Como se Tornar um Conquistador”), Troy Kotsur (“Wild Prairie Rose”) e Daniel Durant (“You”).

“CODA” foi um dos grandes sucessos do último Festival de Sundance, ganhando todos os prêmios aos quais estava elegível e alçando sua diretora e roteirista, Sian Heder (“Tallulah”), a um novo patamar em Hollywood — Heder, inclusive, assinou um contrato de exclusividade com a Apple poucos meses após a aquisição do filme.

Reação de alguns CODAs

A produção também recebeu profundos elogios da comunidade de pessoas com deficiências auditivas por sua representação realista e positiva dessa comunidade. O Apple TV postou um vídeo tocante com as reações de alguns CODAs numa exibição especial do filme:

Legenda embutida nos cinemas dos EUA

Vale notar que, além do lançamento no Apple TV+, “CODA” também será exibido nos cinemas dos EUA a partir de hoje. Quanto a isso, o filme tem uma distinção notável: trata-se da primeira produção a ser exibida nos cinemas do país com legenda embutida na própria projeção, o que permite que pessoas com deficiências auditivas acompanhem o filme normalmente.

A ideia de legendas embutidas é completamente lugar-comum para nós, brasileiros, mas nos EUA a cultura das legendas no cinema é quase inexistente — para assistir a um filme (em inglês) com elas, as pessoas precisam adquirir óculos especiais que sobrepõem o texto na tela por meio de uma outra projeção, oculta a olho nu. O problema é que a máquina responsável por essa projeção frequentemente está quebrada e os cinemas simplesmente não oferecem a opção de legendas na maioria dos filmes.

Sorte para “CODA”, portanto, na sua trajetória — e que ele não demore para chegar oficialmente por aqui!


Ícone do app Apple TV
Apple TV de Apple
Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 1.6.8 (888.8 KB)
Requer o iOS 10.2 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Star+

Disney anuncia preços do Star+, seu novo serviço de streaming

Próximo Artigo
Logo da Apple com dinheiro

Apple e Google fazem lobby contra projeto de lei que mira lojas de apps

Posts Relacionados