O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Apple Podcasts
sdx15 / Shutterstock.com

Bugs e custos: criadores criticam plataforma Podcasts, da Apple

Segundo as fontes ouvidas, a Apple não pensou nos criadores independentes ao montar seu novo serviço

A “nova fase” da plataforma Podcasts, da Apple, foi anunciada em abril e liberada em junho passado com algumas novidades interessantes — a mais significativa delas, claro, sendo a opção dos criadores de conteúdo cobrarem assinaturas pelos seus programas. Com a transição, o serviço também passou a oferecer hospedagem própria de podcasts, novos canais e uma interface renovada, mais “intuitiva”.

Publicidade

O problema é que, pelo visto, nem tudo são flores: uma matéria recente do The Verge expôs amplas insatisfações da comunidade de podcasts com a nova plataforma da Maçã. Entre os principais problemas, os criadores citam bugs abundantes e problemas na forma de alcançar potenciais assinantes.

As falhas de funcionamento da plataforma têm sido constantes, segundo as fontes ouvidas pela reportagem. Há alguns meses, um bug no recurso de download automático de episódios fez com que as taxas de usuários baixando podcasts caísse 31% — e ainda impediu que muitos assinantes obtivessem acesso aos episódios mais recentes dos programas que pagam para ouvir.

Antes disso, em maio, um outro bug fez com que o Podcasts enchesse indevidamente o armazenamento de iPhones no mundo todo — a falha, pelo visto, foi um dos fatores que fez com que a Apple adiasse o lançamento do “novo” Podcasts.

Publicidade

Criadores também se queixam de um fenômeno de “descentralização” dos podcasts, que estaria sendo estimulado pela Apple. Se antes a lógica da distribuição dos programas estava baseada num único e simples feed RSS, agora, para alcançar potenciais ouvintes, cada criador precisa lidar com múltiplas plataformas, hospedagens, modelos de negócio e contratos — o que dificulta especialmente o trabalho de podcasters independentes ou pequenas equipes, que não têm o suporte financeiro necessário para designar um profissional ou uma equipe específica para lidar com esse aspecto do negócio.

Uma das fontes ouvidas pelo site resumiu a questão:

A Apple está lidando com a situação a partir da lente de uma grande empresa. Eu acho que é mais difícil para eles pensar em programas menores, independentes, com poucas pessoas na equipe. É um conceito quase alienígena para eles — eles são a Apple.

A mesma fonte relatou um episódio no qual, após passar vários dias enfrentando problemas com a plataforma e mais uma noite esperando que um episódio fosse processado para entrar no serviço, o conteúdo tratado naquele capítulo já estava datado. Problemas de processamento lento, aliás, parecem ser a regra — uma outra fonte relatou diversos atrasos de até 72 horas(!) para a publicação de alguns conteúdos.

Publicidade

Sobre o recurso das assinaturas, também há reclamações: criadores afirmam que as estatísticas fornecidas pela Apple (em formato de planilha, em vez de uma interface acessível e adaptada) são incompletas e difíceis de se interpretar, impedindo que eles entendam aspectos básicos como retenção, número de assinantes ou taxa de cancelamento.

No fim das contas, o sentimento geral é de insatisfação — e de que a plataforma Podcasts é mais apropriada para grandes empresas e gigantes do universo multimídia, não para criadores independentes. A Maçã não comentou o caso, mas veremos se o silêncio permanecerá.


Ícone do app Apple Podcasts
Apple Podcasts de Apple
Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 3.7.6 (2.9 MB)
Requer o iOS 10.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Seterra Geography

Promoções na App Store: Seterra Geography, Storm Rush, Color Folder Master e mais!

Próximo Artigo
Twitter Spaces

Twitter inclui Spaces na API e testa botão para posts enganosos

Posts Relacionados