O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

O que muda no Apple Watch Series 7 em relação ao Series 6?

Novos tamanhos, recarga rápida, maior resistência, novos mostradores… bem, é basicamente isso
Linha de Apple Watches Series 7

Depois de um ano cheio de especulações, a Apple finalmente anunciou o Apple Watch Series 7… e ele não se parece em nada com o que estava sendo rumorado. 😅

Publicidade

Mesmo assim, nem tudo está perdido. Há algumas melhorias pontuais em relação ao modelo do ano passado, embora a Maçã não tenha revelado muitos detalhes técnicos sobre o seu novo smartwatch — certamente devido ao possível atraso em sua linha de produção.

Estamos bastante ansiosos para colocar as mãos nos dispositivos para análise, e traremos informações ainda mais completas quando os relógios forem oficialmente lançados. Abaixo, portanto, listamos as principais diferenças entre o Apple Watch Series 6, lançado no ano passado, e o seu irmão recém-anunciado, o Series 7.

Tamanhos e dimensões

Após três anos desde a última mudança nesse sentido, o Apple Watch cresceu um pouco mais. Como alguns vazamentos indicavam, em vez das caixas já conhecidas de 40mm e 44mm, a nova geração do relógio virá em 41mm e 45mm.

Publicidade

Dado o chassi maior, a tela do aparelho também receberá um bom aumento e passará a oferecer uma área útil 20% maior em relação à do Series 6 (muito também por conta de um melhor aproveitamento das bordas, que antes eram de 3mm e agora passaram a apenas 1,7mm), além de contar com o Tela Retina Sempre Ativa (Always-On Display) até 70% mais brilhante que a do modelo anterior.

Em termos de resolução, o modelo de 41mm tem tela de 352×430 pixels, um salto considerável em relação aos 324×394 do modelo anterior, de 40mm. No caso dos relógios maiores, o salto é de 368×448 (44mm) para 396×484 (45mm). As densidades dos pixels, porém, continuam as mesmas.

Apple Watch Series 3, Apple Watch Series 6 e Apple Watch Series 7

Em termos de dimensões, a caixa dos relógios ganhou apenas 1mm na altura e largura (em ambos os modelos); a espessura, por sua vez, permanece inalterada em 10,7mm. O peso aumentou um pouco, como vocês podem conferir na lista abaixo:

40/41mm

  • Alumínio: 30,5g (Series 6) vs. 32g (Series 7)
  • Aço inoxidável: 39,7g (Series 6) vs. 42,3g (Series 7)
  • Titânio: 34,6g (Series 6) vs. 37g (Series 7)

44/45mm

  • Alumínio: 36,5g (Series 6) vs.38,8g (Series 7)
  • Aço inoxidável: 47,1g (Series 6) vs. 51,5g (Series 7)
  • Titânio: 41,3g (Series 6) vs. 45,1g (Series 7)

São diferenças pequenas, mas que podem ser sentidas pelo usuário, considerando que estamos falando de um dispositivo vestível e que passa todo o dia “morando” no seu pulso. O ideal, como de costume, é fazer um rápido teste antes da compra para checar quaisquer desconfortos ou coisas do tipo.

Novas cores e mostradores

Na versão de alumínio, o Series 7 chegará em cinco novas cores: verde, azul, PRODUCT(RED), estelar e meia-noite — pela primeira vez, não há opções em cinza espacial ou prateado. As cores da versão em aço inoxidável e titânio não foram alteradas, são elas: prata, grafite, ouro, natural e preto-espacial.

Além das novas cores, a Apple também adicionou mostradores exclusivos para contemplar a tela maior do Series 7. Dentre eles, há um chamado Contorno e um novo Infográfico Modular.

Publicidade

O primeiro é um mostrador analógico que empurra os números para as bordas do relógio e ajusta o tamanho dinamicamente com base no tempo; já o novo Modular, dado a tela maior, exibe dois dados de atividade simultaneamente abaixo da hora.

Publicidade

Para quem pegar a versão do smartwatch em parceria com a Nike, perceberá também um novo mostrador chamado Nike Bounce.

Otimizações do sistema

Como mencionamos, a maior área útil da tela permitirá que o Series 7 faça coisas inéditas. Para começar, ele pode exibir 50% mais texto quando comparado ao Series 6, o que deve ajudar na leitura de textos mais longos. Isso, claro, sem contar com algumas mudanças na interface do sistema, como botões maiores que as versões anteriores, tornando o toque mais fácil.

A melhor parte, contudo, é o suporte completo a teclado, que tornará a digitação ainda mais fluida — em vez de usar a voz. Além disso, será possível deslizar para digitar no Apple Watch Series 7, o que possibilitou também à Maçã levar a predição de palavras para o novo relógio, tornando as respostas mais rápidas e eficientes.

Bateria e recarga

Embora a autonomia da bateria do Apple Watch seja um ponto bastante criticado por usuários, no Series 7 ela permanecerá inalterada — assim como o Series 6, ele deverá entregar até 18 horas de uso com uma única carga.

No entanto, este ano, a Maçã implementou o carregamento rápido no novo modelo: ele poderá ser carregado até 33% mais rápido do que o modelo antecessor — por conta disso, na caixa da nova geração temos um novo cabo USB-C em vez de USB-A.

Cabo carregador magnético rápido com conector USB-C para Apple Watch (1m)

Segundo a empresa, será possível monitorar seu sono por oito horas com apenas uma carga rápida de oito minutos.

Durabilidade

Durante sua apresentação, uma novidade do Series 7 que a Apple chamou bastante a atenção foi o aumento de sua resistência. O novo modelo agora conta com classificação IP6X, tornando-o resistente a poeira — um recurso que cairá como uma luva para os entusiastas de trilhas.

Tela do Apple Watch Series 7

A companhia também promete que a tela de seu novo relógio agora é resistente a rachaduras, fruto de um novo revestimento de cristal. Embora nós não aconselhamos colocar essa nova resistência em prática, pelo menos agora os escaladores e ciclistas de plantão poderão ficar mais tranquilos durante suas atividades.

Processador e armazenamento

Ao contrário do que foi ventilado anteriormente, o Apple Watch Series 7 tem, sim, um novo chipset, naturalmente chamado de S7. O problema é que, pelo visto, a mudança será apenas na nomenclatura, mesmo: o processador continua com as mesmas características do S6, com litografia inalterada, dois núcleos de 64 bits, chip de comunicação sem fio W3 e coprocessador U1 de banda ultralarga.

Obviamente, apenas os primeiros testes “ao vivo” poderão dizer se a performance dos novos relógios é exatamente a mesma da geração anterior (a Apple pode ter feito otimizações em outras partes do hardware e software, afinal). A princípio, entretanto, o “cérebro” do novo modelo é exatamente o mesmo do ano anterior.

Ainda temos aqui, também, os mesmos 32GB de armazenamento interno.

Recursos de saúde

Não temos nenhum sensor novo no Apple Watch Series 7. Ou seja, ele traz os mesmos recursos encontrados no seu antecessor, como oxímetro, altímetro, ECG, detecção de queda, monitoramento cardíaco, de sono… nesse ponto, nada mudou — infelizmente.

Conectividade

A Apple já colocou no ar uma página completa listando os modelos do Apple Watch e suas compatibilidades com as redes 4G/LTE de cada operadora — mas a lista engloba apenas países onde o relógio já está em pré-venda, o que não inclui o Brasil.

De qualquer forma, a regra básica é que o dispositivo terá quatro modelos: A2475 (41mm) e A2477 (45mm) — comercializados na América do Norte — e A2476 (41mm) e A2478 (45mm) — comercializados na Oceania, na Ásia e na Europa. Os dois últimos são compatíveis com as redes 4G/LTE do Brasil, então certamente serão esses os que aterrissarão por aqui.

Preços

Além do chipset, outra coisa que também não mudou no novo Apple Watch foi seu preço, tanto nos EUA quanto no Brasil. Por lá, o Series 7 será vendido a partir de US$400 (GPS de 41mm) — o mesmo valor de lançamento do Series 6, que já sumiu da linha. Os demais modelos também não sofreram alterações em relação aos seus antecessores.

Apesar de os novos relógios ainda não terem chegado no Brasil, já sabemos quais serão os seus valores por aqui — e, para o bem e para o mal, também não houve alterações nos preços em relação ao Apple Watch Series 6. Assim como seu antecessor, o Series 7 parte dos R$5.300 (GPS, alumínio, 41mm) — apenas o Apple Watch Edition teve uma pequena subida nos preços, por conta da alteração da pulseira que acompanha o produto.


Esse é o Apple Watch Series 7, pessoal! Apesar de não chegar com as novidades que estávamos esperando, com certeza ele será tão desejado (e bem avaliado) quanto seus irmãos mais velhos foram.

O que você achou do novo modelo? Conte-nos de quais novidades de que você mais gostou, e quais ficaram faltando! 😅

Atualização, por Bruno Santana08/10/2021 às 13:07

Com o início da pré-venda do Apple Watch Series 7 em países selecionados, a Apple divulgou também algumas informações extras sobre o novo relógio nas suas páginas de compra e especificações.

O artigo acima já está devidamente atualizado levando em conta todos esses novos dados fornecidos pela empresa.

Apple Watch Series 7

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão de vendas concluídas por meio de links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
iPad mini de sexta geração de frente, em todas as cores

O que muda no iPad mini de 6ª geração em relação ao anterior?

Próximo Artigo
iPhone 13 meia-noite

O que muda no iPhone 13 [mini] em relação ao iPhone 12 [mini]

Posts Relacionados