O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

s_kaisu / Shutterstock.com
Caixa de iPhones 12

iPhones foram mais da metade dos smartphones premium vendidos no 2º trimestre

Os iPhones 12, pelo visto, têm sido muito bem recebidos

Ontem, já tínhamos comentado por cima essa nova pesquisa da Counterpoint Research acerca do segmento premium de smartphones — isto é, aparelhos acima dos US$400. Vale, entretanto, destrinchar os dados do relatório de forma mais completa, até para termos uma ideia de como a Apple deslanchou nos períodos mais recentes.

Publicidade

A pesquisa, relativa ao segundo trimestre de 2021, mostrou que a Apple avançou significativamente sobre suas concorrentes na comparação ano a ano e conquistou mais da metade do segmento. Mais precisamente, a Maçã ficou com 57% do mercado de smartphones premium, um salto considerável em relação aos 48% do mesmo período do ano anterior.

Pesquisa da Counterpoint sobre smartphones premium

A conquista é ainda mais notável considerando que o segmento premium em si cresceu: ele era responsável por 21% do mercado total de smartphones no segundo trimestre de 2020, e passou a ser de 24% no período mais recente.

Três razões principais ajudam a entender o desempenho da Apple. A primeira delas é o sucesso da família do iPhone 12, que estimulou o início de um novo “superciclo” (isto é, uma quantidade maior que o usual de consumidores trocando seus aparelhos) por conta de recursos como o 5G.

Pesquisa da Counterpoint sobre smartphones premium

Outro motivo é um deslocamento do mercado em direção ao segmento ultra-premium dos smartphones, acima dos US$800. No segundo trimestre de 2020, essa faixa representava 19% do mercado total de smartphones, e no período mais recente a fatia cresceu para 36% — beneficiando, claro, a empresa que investe todos os seus recursos justamente no topo da cadeia de smartphones.

Além disso, como já notamos ontem, a Maçã tem conseguido navegar muito melhor que suas concorrentes a crise dos chips — fruto de uma estratégia de planejamento extremamente cautelosa e do seu poder de mercado quase incomparável. A Samsung, como vimos, tem sofrido muito mais com a escassez das peças.

Publicidade

A sul-coreana, aliás, encolheu no segmento de smartphones premium, caindo de 22% para 17%. A Huawei também sofreu uma queda significativa, enquanto a Xiaomi e a OPPO cresceram ligeiramente — mas ainda muito longe, claro, de ameaçar a liderança da Maçã.

Pesquisa da Counterpoint sobre smartphones premium

Vale notar, ainda, o Top 3 de fabricantes de smartphones premium nas diferentes regiões do planeta. A Apple lidera em todas as paradas, e a vice-liderança da Samsung é inexistente apenas na China — por lá, a Huawei e a OPPO completam a lista. Na América Latina, a Motorola conquistou a medalha de bronze.

via Mashable

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Vídeo: Q&A — 1TB no iPhone é um exagero?

Próximo Artigo
Tour guiado pelos iPhone 13 e 13 Pro

Apple publica "tour guiado" dos iPhones 13 e 13 Pro

Posts Relacionados