O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Foto de James Yarema no Unsplash
Apple TV+

Apple TV+ tem menos de 20 milhões de usuários nos EUA e Canadá

Foi a própria Apple quem revelou o número — para poder pagar menos aos profissionais da indústria

No início do mês, uma reportagem do The Information estimou que o Apple TV+ teria cerca de 40 milhões de usuários ao redor do mundo — sendo metade deles ainda usuários da avaliação gratuita do serviço. Pois agora, informações divulgadas pela própria Apple mostram que boa parte desse universo de usuários está na América do Norte (nos Estados Unidos e no Canadá).

Publicidade

De acordo com a CNBC, a Apple informou que, em julho passado, sua plataforma de streaming de vídeos teria menos de 20 milhões de usuários nesses dois países. A informação foi dada à IATSE (International Alliance of Theatrical Stage Employees), sindicato que representa técnicos da indústria teatral e audiovisual dos EUA.

A Apple não costuma divulgar números oficiais de usuários ou assinantes dos seus serviços, mas revelou os números do Apple TV+ com um objetivo específico: economizar. Pelas regras da IATSE, uma parte do pagamento dos técnicos varia de acordo com o número de assinantes da plataforma em questão, independentemente do orçamento de uma produção.

Por ter menos de 20 milhões de assinantes nos EUA e no Canadá, a Maçã pode pagar um pouco menos aos técnicos em relação às gigantes do setor, como a Netflix e a Disney, que têm números na casa dos nove dígitos.

Publicidade

Essa diferença de pagamento, entretanto, não tem agradado muito os técnicos do mundo audiovisual — os profissionais não veem sentido na Apple, a empresa mais valiosa do mundo, pagando menos a trabalhadores da área, mesmo que o orçamento médio das suas produções iguale ou exceda o das suas principais concorrentes.

Por conta disso, há ameaça de greve: o sindicato quer negociar melhores condições de contratos e igualar o status da Apple — e das demais plataformas de streaming — ao das produtoras de conteúdo tradicionais, para a chamada TV linear. Líderes sindicais argumentam que o streaming não pode mais ser considerado uma “nova mídia”, e precisa estar sujeito às mesmas regras já estabelecidas para a produção tradicional de conteúdo audiovisual.

Veremos, portanto, no que dará tudo isso — por ora, a Apple não se pronunciou sobre o assunto.


Ícone do app Apple TV
Apple TV de Apple
Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 1.6.8 (888.8 KB)
Requer o iOS 10.2 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

via Engadget

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Render do futuro MacBook Air

MacBook Air com novo design chegará no 2º semestre de 2022, diz Ming-Chi Kuo

Próximo Artigo

Vídeo: o que há de novo no design do iPad mini de 6ª geração

Posts Relacionados