O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Engenheiros da Apple falam sobre as câmeras dos iPhones 13

Segundo os executivos, elas começaram a ser planejadas três anos antes do lançamento
Visão lateral e traseira dos iPhone 13 Pro

Sem dúvida, um dos grandes destaques dos iPhones 13 foram os avanços das suas câmeras — graças aos novos sensores, lentes ainda maiores e outras tecnologias por trás, claro.

Publicidade

A fim de saber mais detalhes sobre elas, o cinegrafista Tyler Stalman entrevistou alguns dos engenheiros da Apple no Stalman Podcast. Publicado ontem, o episódio conta com participações especiais dos principais nomes no quesito câmera e marketing da empresa.

Dentre os convidados, temos: Jon McCormack (VP de engenharia de software de câmera), Graham Townsend (VP de engenharia de hardware de câmera) e Kaiann Drance (VP de marketing mundial de produto).

Em pouco menos de 30 minutos, o trio comenta os benefícios de a Apple projetar seu próprio hardware, incluindo como a equipe consegue trabalhar junto ao time de software desde a fase inicial de design do smartphone, bem como outros assuntos.

Publicidade

Uma das principais funções é a possibilidade de tirar macrofotografias, habilitado a partir do sistema de foco automático da câmera ultra-angular. Apesar de termos visto um pequeno problema sobre a função, Townsend disse que, caso ela não chegasse dessa forma, teríamos uma câmera dedicada apenas a isso.

Isso para nós não é tão eficiente quanto ser capaz de usar a mesma câmera para esses dois propósitos separados, mas de alguma forma ligados.

Além disso, vimos também que o aprendizado de máquina progrediu consideravelmente nas três lentes, especialmente no que se refere à quantidade de poder de processamento que o A15 Bionic possui, de acordo com McCormack.

Isso realmente retrata a quantidade de poder de processamento no iPhone e, de fato, temos tanto poder de processamento agora que podemos pegar essas mesmas técnicas de fotografia computacional e introduzi-las no mundo do vídeo para trazer a videografia computacional.

“Agora estamos aplicando ao vídeo toda a mágica do aprendizado de máquina que aprendemos nas fotos”, afirma o engenheiro.

Agora, o iPhone segmenta cada quadro em tempo real, e processamos o céu, a pele e a folhagem individualmente, e isso pega nossa [captura de] vídeo já líder do setor e a torna ainda melhor, dando-nos melhor clareza e mais detalhes em diferentes partes da imagem.

Confira, abaixo, a entrevista completa:

Câmeras dos iPhones 13 começaram ser planejadas há, pelo menos, três anos

Em entrevista à GQ do Reino Unido, os executivos entraram em outros detalhes sobre as câmeras, falaram novamente sobre a criação do modo Cinema (Cinematic mode) e também mencionaram os planos ecológicos da Maçã.

Publicidade

Ao abordar aos avanços nas câmeras dos iPhones 13, Townsend disse que “o planejamento deve começar cerca de três anos antes”, para que, assim, a equipe possa aprimorar a especificação do chipset.

Publicidade

Então, por exemplo, o sensor é definido naquele ponto e o processador A15 Bionic também está congelado. É quando temos que começar a falar com Jon [McCormack] e prever as experiências que queremos.

Com as melhorias e a introdução do modo Cinema, a ideia de usar os iPhones em projetos profissionais (como filmes e programas de TV) se fortalece ainda mais — nada de novo sob o sol, é bom lembrar.

Mesmo assim, McCormack se esquivou da questão de como os smartphones da Maçã poderiam contribuir para produção de blockbusters, e disse que o foco são criadores menores.

É uma oportunidade fantástica, mas acho que a coisa ainda mais importante é ver o que uma garota de 15 anos na rua faz exatamente com a mesma tecnologia.

Além desses avanços, McCormack afirmou ainda que desenvolver o modo Cinema não foi nada fácil, mas sim um “longo processo com muitas estradas sinuosas”.

Não estamos apenas olhando para a profundidade de cada quadro, mas também há uma coisa chamada estabilidade temporal; conforme nos movemos entre os quadros com as pessoas se movendo, como podemos ter certeza de que você não acabará com bordas estranhas e coisas assim?

Ainda comentando sobre o desenvolvimento das câmeras, Townsend disse que a maneira como explica para a equipe para mantê-los motivados é que, todos os anos, eles possuem uma responsabilidade notável.

Há muitos outros motivos pelos quais as pessoas têm iPhones em seus bolso, mas temos o privilégio de ajudar a capturar momentos preciosos que as pessoas nem mesmo esperam que aconteçam.

“Não estamos pedindo o impossível, mas pedindo que a câmera alcance o melhor que [ela] pode todos os anos”, continuou o engenheiro. “Nos últimos dez anos, vimos uma melhora dramática, mas não há descanso.”


Os avanços são perceptíveis e é inegável dizer que a equipe da Apple tem feito um trabalho extremamente competente, não acham? Que venham as próximas câmeras, portanto! 📸


Miniatura dos iPhones 13 Pro e 13 Pro Max
iPhones 13 Pro e 13 Pro Max de Apple Preço à vista: a partir de R$8.549,10
Preço parcelado: em até 12x de R$791,58
Cores: azul-sierra, prateada, dourada ou grafite
Capacidades: 128GB, 256GB, 512GB ou 1TB
Lançamento: setembro de 2021

Miniatura dos iPhones 13 e 13 mini
iPhones 13 e 13 mini de Apple Preço à vista: a partir de R$5.939,10
Preço parcelado: em até 12x de R$549,92
Cores: rosa, azul, meia-noite, estelar ou (PRODUCT)RED
Capacidades: 128GB, 256GB ou 512GB
Lançamento: setembro de 2021

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão de vendas concluídas por meio de links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Câmera do iPhone 12 Pro Max

iPhone 13 Pro [Max] têm a câmera mais protuberante de todas, mostra comparativo

Próximo Artigo

Suíte iWork (Pages, Numbers e Keynote) ganha grande update [atualizado]

Posts Relacionados