O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Shutterstock.com
Mensageiro

Executivo do Android quer ajudar Apple a levar RCS ao iPhone

A Apple continua se recusando a implementar o protocolo, que daria mais recursos — e uma maior harmonia — às mensagens entre iPhones e smartphones Android

Não é de hoje que falamos aqui sobre o protocolo RCS (rich communications service), que será adotado pelo Google como novo padrão de mensagens de texto no Android em substituição ao velho e bom péssimo SMS1. Também não é de hoje que sabemos a recusa da Apple em implementar a tecnologia nos iPhones.

Publicidade

O fato é que, pelo visto, o Google continua na missão de convencer a Apple a adotar o protocolo. O convite mais recente veio de Hiroshi Lockheimer, vice-presidente sênior do Android, que — com um certo toque de ironia — disse estar aberto para ajudar a Maçã no processo.

💚 Os chats em grupo não precisam quebrar desta forma. Existe uma solução muito clara para tudo isso. Eis aqui um convite aberto para todo mundo que não consegue avançar nesse ponto: nós estamos aqui para ajudar. 💚💙

Apesar de não citar a Apple nominalmente, está óbvio qual o alvo da mensagem. Vale notar que Lockheimer adotou, aqui, um acrônimo alternativo para “RCS”: really clear solution, ou solução muito clara.

De fato, a adoção do RCS pela Apple representaria o caminho inicial para uma tão desejada harmonia nas comunicações entre os dois sistemas. Isso não importa muito para nós, brasileiros, que já usamos quase exclusivamente aplicativos de terceiros — como WhatsApp e Telegram — para nos comunicarmos. Em países que ainda usam o SMS, entretanto, o novo protocolo será um avanço e tanto… para os usuários de Android, pelo menos.

Publicidade

Entre os recursos suportados pelo RCS que não existem no SMS, temos criptografia de ponta a ponta, mensagens multimídia mais robustas e em resolução mais alta, indicação de usuários digitando, conversas em grupo mais flexíveis, troca de mensagens via Wi-Fi, clipes de voz, recibos de leitura e muito mais.

As operadoras dos Estados Unidos já aderiram à nova tecnologia, mas a Apple não dá nenhum sinal de mudança na sua decisão — talvez por acreditar que o iMessage é o único serviço de mensagens digno da atenção de Cupertino. O problema é que, como sabemos, o iMessage é exclusivo para usuários do ecossistema da Maçã.

Vejamos, portanto, como ficará essa história.

via The Verge

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Apple Watch Series 7

Preços do Apple Watch Series 7 no Brasil são os mesmos do Series 6

Próximo Artigo
iPhone SE

Rumor reforça que novo iPhone SE terá chip A15 Bionic e 5G

Posts Relacionados