O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Campus da Apple em Cork, Irlanda

Irlanda deverá aumentar impostos; Apple e outras serão afetadas

Em junho passado, o G7 e o G20 se juntaram para propor uma reforma tributária que definiria uma alíquota mínima de 15% para empresas multinacionais se instalarem ou venderem seus produtos em países estrangeiros.

Publicidade

Isso deixou a Irlanda preocupada, uma vez que, por conta dos seus impostos mais baixos, o país é a escolha de diversas gigantes da tecnologia (como AppleGoogle e Facebook) para instalarem suas operações na Europa. A decisão demorou, mas hoje a Irlanda declarou que vai aderir ao acordo internacional, aumentando seus impostos dos atuais 12,5% para 15%.

O acordo “Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômicos” (OCDE) já foi assinado por cerca de 140 países, e visa acabar com a evasão fiscal e tornar as legislações tributárias internacionais mais justas e transparentes. Segundo a OCDE, uma taxa de imposto de 15% geraria cerca de US$150 bilhões em receitas fiscais globais por ano e ajudaria a fortalecer o sistema tributário internacional.

O plano prevê que multinacionais paguem impostos nos países onde seus produtos ou serviços são vendidos, mesmo que não possuam uma presença física por lá. A mudança, no entanto, só se aplicará a companhias com receitas acima de 750€ milhões anuais.

Publicidade

Por conta dos seus impostos abaixo da média, a Irlanda possui mais de 1.500 empresas que serão afetadas, as quais empregam cerca de 500 mil pessoas. A Apple, por exemplo, está no país há mais de 40 anos e possui cerca de 6 mil funcionários no país.

Com o aumento das taxas, pode ser que empresas decidam, de fato, deixar o país e procurar por locais mais vantajosos para as suas operações. O Ministro das Finanças Irlandês Parchal Donohoe declarou:

Estou confiante de que a Irlanda permanecerá competitiva no futuro e continuaremos sendo um local atraente e “melhor da classe” quando as multinacionais buscarem locais de investimento.

Caso a OCDE siga em frente com a implantação do acordo, as medidas deverão entrar em efeito a partir de 2023.

via The Verge

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Linha de Apple Watches Series 7

Anatel homologa versão GPS do Apple Watch Series 7 e acessórios

Próximo Artigo
iMac G4 com chip M1

Desenvolvedor coloca chip M1 em iMac G4, de 2002

Posts Relacionados