O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Google Wifi

Google Wifi chega ao Brasil prometendo “eliminar pontos cegos”

O Google possui uma linha bastante diversa de roteadores e repetidores de sinal Wi-Fi (como o OnHub e o Nest Wifi), que atendem a uma variedade de consumidores — entre eles o Google Wifi, o qual acabou de aterrissar no Brasil.

Publicidade

O Google Wifi possui um visual bastante discreto e moderno, sendo ao mesmo tempo tanto maior quanto menor do que outras opções do mercado. O(s) dispositivo(s) oferece(m) um sistema Wi-Fi de malha (mesh) doméstica, prometendo uma cobertura “sem interrupções e pontos cegos em toda a casa”. Mais precisamente, isso permite que a força do sinal Wi-Fi se mantenha à medida que você se desloca pelo ambiente.

Naturalmente, usuários podem usar apenas um ponto (em caso de apartamentos), uma vez que um único roteador consegue distribuir internet em uma distância de até 110m² — ou seja, a versão com três aparelhos pode cobrir, teoricamente, uma área de até 330m². Os dispositivos contam, ainda, com uma tecnologia chamada Network Assist, responsável por selecionar o canal de Wi-Fi mais nítido entre as opções de 2,4GHz e 5GHz — caso o dispositivo seja compatível com ambas.

Vale notar que um dos pontos do Google Wifi tem de estar ligado a um modem por meio de um cabo Ethernet — os pontos adicionais não, embora também possam estar ligados entre si por cabo Ethernet. Ademais, não é possível utilizar o Google Wifi como um extensor ou repetidor do seu router atual.

Publicidade

Quanto à instalação, basta conectar o roteador (no caso da versão de três unidades, apenas um deles) à energia e ao modem de internet via cabo e, em seguida, abrir o aplicativo Google Home, o qual encontrará o dispositivo e permitirá definir o nome e a senha da rede Wi-Fi.

App do Google Wifi

Ainda pelo app, é possível testar a velocidade de conexão, visualizar aparelhos conectados à rede, definir uma senha para convidados ou escolher dispositivos que devem receber sinal de forma prioritária. Com relação à segurança, há ainda outra funcionalidade importante: pais ou responsáveis poderão colocar os dispositivos das crianças em “pausa”, seja na hora de jantar, antes de dormir, etc. O recurso também permite bloquear automaticamente o acesso a sites impróprios em dispositivos selecionados.

O Google Wifi já está à venda nos principais varejistas (como o Submarino, por exemplo) e pode ser adquirido individualmente por R$1.000, ou em um kit com três unidades por R$2.000.

NOTA DE TRANSPARÊNCIA: O MacMagazine recebe uma pequena comissão por cada venda concluída por meio dos links deste post, mas você, como consumidor, não paga nada mais pelos produtos comprando pelos nossos links de afiliado.

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior

Apple TV+: confira o trailer de "Swagger", inspirada na vida de Kevin Durant

Próximo Artigo
Washington

Lei poderá proibir que Apple promova seus serviços sobre os de rivais

Posts Relacionados