O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

O que é a Assinatura Voice do Apple Music? Como ele funciona?

Confira tudo sobre o novo plano do Apple Music que só poderá ser controlado pela sua voz

A Apple aproveitou o evento “Unleashed” de hoje para apresentar algumas novidades relacionadas ao segmento musical. Isso inclui os novíssimos AirPods, novas cores para o HomePod mini e um novo plano para o Apple Music — com o qual você pode usar somente a Siri para controlar suas músicas.

Publicidade

Confuso? Nós também achamos. Mas vamos tentar explicar, da melhor maneira possível, tudo o que há de novo na Assinatura Voice (Voice Plan) do Apple Music e lhe dar todas as informações necessárias antes de assiná-lo.

Quer dizer, nem tão antes de assiná-lo assim, afinal nem Brasil nem Portugal fazem parte da primeira leva de países a receberem tal plano — porém, falaremos mais sobre isso à frente.

Para quem serve essa assinatura?

Bom, antes de mais nada, precisamos entender para que tipo de pessoa esse plano é destinado. Como já dissemos acima, o Voice Plan só pode ser controlado a partir da Siri, ou seja, utilizando a sua voz.

Isso pode se tornar um empecilho, uma vez que, em certas ocasiões, a Siri não é lá das mais inteligentes (e olha que estou sendo educado, aqui). Mas, colocando isso de lado, há pelo menos um dispositivo da Apple que tem uma bela integração com a assistente virtual: o HomePod mini.

A maior parte das interações realizadas com o alto-falante inteligente da Maçã são feitas justamente a partir da Siri, então, o ideal, aqui é visualizarmos o Voice Plan do Apple Music como um complemento perfeito para o HomePod mini. A própria Apple, é claro, está estimulando esse uso:

Voice Plan do Apple Music
Um plano de voz Apple Music totalmente novo que é totalmente Siri

Imagine alguém que sempre quis comprar um HomePod mini, mas é um fiel usuário do Spotify (como eu). Bom, nesse caso, a nova assinatura do Apple Music é perfeita para ouvir música utilizando todas as funções integradas ao alto-falante inteligente da empresa.

Claro, o HomePod mini também se conecta a outros serviços de streaming, porém sabemos muito bem que a sua integração com o Apple Music é muito mais completa.

Por isso, não me espanta em nada a Apple ter introduzido essa nova modalidade ao seu serviço de músicas, visto que ela pode ser a escolha perfeita para um usuário do Spotify, do Deezer e afins — que quer apenas ouvir uma música aqui e ali com praticidade a partir do HomePod ou do HomePod mini.

Ok, mas e se eu não tiver um HomePod? Bom, você também pode utilizar o serviço em qualquer outro dispositivo com acesso à Siri — ou seja, pelo iPhone, pelo iPad, pelo Mac, pela Apple TV… basta pedir à Siri.

Como é a utilização do serviço?

Como a interação com a Assinatura Voice é feita obrigatoriamente pela assistente, há também algumas limitações em questão de usabilidade.

A Apple ainda não detalhou ao certo como funcionará, mas o aplicativo do Apple Music terá uma interface diferente e muito mais simplificada para assinantes do Voice Plan.

No app, você verá sugestões do que pedir à Siri reproduzir, e uma visão do seu histórico de reprodução. Haverá, também, uma seção dedicada para que usuários aprenderam a utilizar a assistente virtual para controlar o serviço — a chamada Just Ask Siri (algo como Basta Pedir à Siri) mostrará dicas de como pedir as músicas que deseja ouvir.

Biblioteca

Então eu só posso usar o serviço com a ajuda da Siri… mas e a biblioteca? Bom, apesar do preço reduzido, a Assinatura Voice inclui as mesmas 90 milhões de faixas presentes nas versões tradicionais do Apple Music.

Então, você ainda será capaz de pedir à Siri reproduzir qualquer música, playlist, álbum, artista ou estação de rádio — isso sem nenhum limite para pular de faixa.

Além disso, a Apple diz que você poderá pedir que ela toque playlists com músicas de acordo com a ocasião. Basta pedir por listas com músicas para dormir, românticas, para praticar esportes e por aí vai.

O que *não* é possível fazer?

Como já dissemos anteriormente, a maior limitação da Assinatura Voice é simplesmente não ser possível utilizar o app para ouvir músicas. Então, nada de procurar pelo nome de um artista ou algo do tipo no app Música, pois a sua interface nem deverá permitir isso.

Além da limitação vocal, o Voice Plan também apresentará alguns pontos negativos para quem encolhê-lo, a começar pela falta do Áudio Espacial com Dolby Atmos, reprodução de faixas em qualidade Lossless (sem perda), a visualização das letras musicais no app e a capacidade de baixar músicas para ouvir offline.

O acesso também é restrito a apenas uma pessoa. Também não é possível ver o que seus amigos estão ouvindo, bem como criar bibliotecas específicas.

Como assinar?

O plano ainda não está disponível nem no Brasil nem em Portugal, como falamos. Acredito que isso seja justamente porque a Siri não está disponível em língua portuguesa no alto-falante inteligente da Apple.

Apesar disso, o Voice Plan estará disponível no fim do ano nos seguintes países: Alemanha, Austrália, Áustria, Canadá, China, Espanha, Estados Unidos, França, Hong Kong, Índia, Irlanda, Itália, Japão, México, Nova Zelândia, Reino Unido e Taiwan.

Caso você esteja em algum deles, para assiná-lo bastará acessar o aplicativo do Apple Music ou simplesmente dizer “E aí, Siri, comece meu período de testes do Apple Music de Voz”.

A Apple oferecerá um período de sete dias de testes para o plano, o qual, estranhamente (isso não quer dizer que seja ruim), não renova-se automaticamente após uma semana de uso — então você precisará confirmar novamente a assinatura após os dias corridos.

Como a Assinatura Voice se compara à concorrência?

Os concorrentes mais próximos do novo plano do Apple Music são as ofertas gratuitas e/ou com anúncios oferecidas por Spotify, YouTube Music ou Pandora.

Comparemos, então, com o mais comum aqui no Brasil, o Spotify gratuito. Trata-se de uma versão totalmente gratuita para usuários, a qual permite acesso a todo o seu catálogo de músicas e podcasts.

Contudo, a versão gratuita possui algumas desvantagens, como a impossibilidade de escolher a música específica que deseja ouvir no aplicativo (disponível somente em playlists selecionadas), não ser possível baixar músicas para ouvir offline (assim como no Voice Plan, do Apple Music) e, é claro, as propagandas.

O Amazon Music também oferece uma versão gratuita, mas assim como a do Spotify, ela também apresenta anúncios e limita algumas opções de reprodução.

Comparação com os outros planos do Apple Music

Aqui no Brasil, o Apple Music está disponível em três modalidades de assinaturas:

  • Assinatura Universitária: disponível para apenas uma pessoa, por R$8,50/mês.
  • Assinatura Individual: para aqueles que não são mais estudantes, mas que ainda querem aproveitar (individualmente) toda a biblioteca do Apple Music, por R$16,90/mês.
  • Assinatura Familiar: dá acesso a toda a biblioteca do Apple Music para até seis pessoas, com direito a perfis e bibliotecas individuais para cada um dos membros da família por R$24,90/mês.

Todos os planos dão acesso total ao catálogo do serviço, mas diferente da Assinatura Voice, os outros três permitem a utilização completa do aplicativo, o download de músicas para ouvir offline, suporte ao Áudio Espacial com Dolby Atmos, etc.

A Assinatura Voice chegará ao Brasil?

Nem seu preço nem sua possível data de lançamento no Brasil foram comentados pela Apple. Contudo, nos EUA, o Voice Plan estará disponível no fim do ano, por US$5 — mesmo valor da Assinatura Universitária. Então, se utilizarmos a mesma regra de conversão, podemos esperar que, caso ele um dia seja lançado por aqui, chegue por R$8,50 mensais.

Para quem é?

Pense nesse plano como um complemento perfeito ao HomePod mini ou até mesmo para pessoas que só escutam músicas nos seus iPhones usando AirPods (via comandos pela Siri). Se você tem esse tipo de perfil, então esse plano é para você. Caso contrário, há ainda diversas outras opções para você escolher. 😉


Ícone do app Música
Música de Apple
Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 2.5 (1.9 MB)
Requer o iOS 10.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Wallpaper azul dos novos MacBooks Pro de 14 e 16 polegadas

Baixe os wallpapers dos novos MacBooks Pro!

Próximo Artigo

O que mudou nos novos MacBooks Pro de 14" e 16"?

Posts Relacionados