O melhor pedaço da Maçã.

Plano gratuito do YouTube Music deixará de incluir vídeos

YouTube Music

No início deste mês, o Google anunciou o lançamento de um plano grátis para não assinantes do pacote premium de seu serviço de streaming de músicas, o YouTube Music, buscando concorrer com serviços como o Spotify e o Deezer — que já oferecem opções parecidas.

Publicidade

Essa nova modalidade permite escutar músicas no modo aleatório intercaladas por anúncios, além de dar acesso a mixtapes personalizadas e criação de playlists. No entanto, a plataforma anunciou ontem que usuários gratuitos deixarão de ter acesso a um recurso já existente na plataforma: a reprodução de vídeos.

Hoje, quem não paga pode tanto escutar suas músicas em segundo plano quanto assistir a videoclipes diretamente do app do YouTube Music. Com essa mudança, o usuário será redirecionado ao app “padrão” da plataforma sempre que quiser assistir a um vídeo, o que interromperá momentaneamente o streaming.

Desta forma, quem assinar o serviço terá não só acesso a reprodução de vídeos, mas também poderá escutar músicas sob demanda sem anúncios, pular quantas faixas quiser e realizar o download das músicas em seus dispositivos para uma reprodução offline.

Publicidade

Essa mudança faz parte do plano de expansão mundial do serviço e entrará em vigor a partir do dia 3 de novembro, começando inicialmente no Canadá. O Google não detalhou quando deve implementar essa limitação em mais países e nem mesmo quais eles serão, mas é esperado que isso aconteça nos próximos meses.

O YouTube Music Premium está disponível para assinatura no Brasil por R$16,90 mensais em seu plano mais simples. Seu app pode ser instalado gratuitamente tanto na App Store quanto no Google Play.


Ícone do app YouTube Music
YouTube Musicde Google
Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 7.08.2 (209.4 MB)
Requer o iOS 15.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App StoreCódigo QR Código QR

via 9to5Google

Ver comentários do post

Compartilhe este artigo
URL compartilhável
Post Ant.

Escassez de estoques ameaça trimestre histórico da Apple

Próx. Post

Apple TV+ renova “Mythic Quest” para 3ª e 4ª temporadas

Posts Relacionados