O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

FBI
Shutterstock.com

FBI derrubou grupo que vazou esquemas de produtos da Apple

O grupo REvil tentou extorquir a empresa em abril passado, após invadir os sistemas de uma das suas fornecedoras

Em abril, o grupo de ransomware REvil invadiu os sistemas da Quanta Computer (uma das fornecedoras da Apple) e não só roubou, como tentou extorquir a Maçã com esquemas técnicos de produtos não lançados até então — incluindo os dos novos MacBooks Pro, lançados nesta semana.

Publicidade

Passados alguns dias da tentativa de extorsão, o grupo tirou do ar os documentos divulgados e cessou as ameaças, sumindo completamente do mapa. Agora, uma nova reportagem da Reuters trouxe mais contexto do que aconteceu com os invasores.

Segundo as informações, o REvil foi hackeado (leia-se: provou do mesmo veneno) em uma operação liderada pelo FBI1, em parceria com o Serviço Secreto americano e com agências de segurança em vários países.

Mais precisamente, o FBI obteve acesso a uma chave universal de descriptografia que permitiu às empresas afetadas (incluindo a Apple) recuperar os documentos roubados sem pagar resgate — por isso, apesar das ameaças do REvil, a Apple não se pronunciou oficialmente sobre o caso.

Publicidade

Nas semanas que se seguiram ao contra-ataque do FBI, os sites e a infraestrutura do REvil ficaram offline. Quando os membros do grupo reiniciaram esses sites a partir de um backup em setembro, eles ativaram inadvertidamente servidores controlados por agências de segurança pública.

Atualmente, os canais do REvil seguem offline e o esforço multinacional para derrubar o grupo e seus associados continua ativo, de acordo com um oficial de segurança dos Estados Unidos.

via MacRumors

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
iPhone XR

"iPhone SE 3" terá design do XR e será último modelo com LCD, diz rumor

Próximo Artigo

Vídeo: Liberty 3 Pro, da Anker — se segurem, AirPods Pro!

Posts Relacionados