O melhor pedaço da Maçã.
MM News

Receba os nossos principais artigos diariamente, por email.

Governo americano está investigando sistemas de pagamentos móveis

Apple, Google, PayPal e outras serão investigadas sobre como lidam com dados financeiros dos seus usuários
iPhone sendo usado para compra com o Apple Pay

Apple e outras empresas do setor tecnológico estão sendo investigadas pela Agência de Proteção Financeira do Consumidor (“Consumer Financial Protection Bureau”, ou CFPB) a respeito das práticas adotadas em seus sistemas de pagamentos.

Publicidade

Além da Maçã, Google, Facebook, Amazon, PayPal e Square deverão fornecer à agência detalhes que a ajude a entender melhor como elas lidam com os dados de pagamentos pessoais e gerenciam o acesso aos dados para os usuários — isso tudo, a fim de garantir que os consumidores estejam protegidos.

O diretor do CFPB, Rohit Chopra, disse:

As grandes empresas de tecnologia estão expandindo avidamente seus impérios para obter maior controle e percepção de nossos hábitos de gastos. Nós pedimos que elas forneçam informações sobre seus planos e práticas de negócios.

O CFPB explicitou suas preocupações a respeito do crescimento dos sistemas de pagamentos móveis (como o Apple Pay) nos últimos tempos, especialmente em meio à pandemia da COVID-19 — os quais, segundo o órgão, se adaptaram para atender à demanda por esse serviço.

Publicidade

Ao mesmo tempo, essas mudanças apresentam novos riscos aos consumidores e a um mercado justo, transparente e competitivo. Por exemplo, grandes empresas de tecnologia como Apple e Google buscaram integrar serviços de pagamentos em seus sistemas operacionais. Plataformas de pagamentos pessoa para pessoa (P2P), como Venmo e CashApp, cresceram rapidamente e o crescimento rápido pode apresentar riscos para famílias e empresas.

De acordo com o documento do CFPB [PDF], as empresas precisarão oferecer diversas informações sobre seus produtos, recursos, manuais de operação, taxas para o seu uso, descontos, promoções e mais.

A ideia, aqui, é entender as práticas adotadas sobre os dados dos consumidores e, caso seja necessário, fazer algo a respeito. As respostas da Apple e das outras empresas deverão ser enviadas ao órgão até 15 de dezembro.


Ícone do app Apple Wallet
Apple Wallet de Apple
Compatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 1.3 (1.4 MB)
Requer o iOS 10.0 ou superior
GrátisBadge - Baixar na App Store Código QR Código QR

via MacRumors

Ver comentários do post

Carregando os comentários…
Artigo Anterior
Apple Music no Windows 11

Beta do Windows 11 permite baixar app do Apple Music em PCs

Próximo Artigo

App de finanças do Yahoo é removido da App Store na China

Posts Relacionados